Tecnologia na educação infantil: fique por dentro dos benefícios

Tecnologia na educação

O uso da tecnologia na educação infantil é uma das formas que a escola tem de atrair mais alunos e facilitar o ensino. Os aparatos tecnológicos ganharam ainda mais protagonismo durante a pandemia da COVID-19, que culminou nas suspensão das aulas presenciais. Essa ferramenta traz muitos benefícios para a prática escolar, contudo é preciso ter atenção a alguns pontos.

Cada vez mais cedo as crianças têm acesso aos smartphones e outros aparelhos tecnológicos. Então, é interessante que a escola aproveite esse uso e implemente ações, unindo tecnologia à educação.

Sabemos que o modo tradicional de educar apenas com quadro, giz, cadernos e lápis já faz parte das gerações do passado. Por isso, é preciso criar estratégias para aproveitar a tecnologia na educação infantil, usando gamificação e programação, por exemplo.

Como funciona a tecnologia na educação infantil?

A tecnologia faz parte da vida da maioria das pessoas e na educação não é diferente. Por isso, escolas que prezam pela inovação buscam inserir de forma proveitosa essa ferramenta no currículo escolar.

Na educação infantil, por exemplo, ela pode ser inserida nas leituras on-line, fomentando a sua prática. Além disso, as escolas também podem permitir o uso de celular ou tablet para acesso a plataformas educacionais que ofereçam ferramentas de estudo.

Muitas instituições já oferecem a possibilidade de aulas de programação ou transformam atividades em games. Assim os alunos se sentem estimulados a estudarem mais para progredir no jogo.

Mesmo sem saberem ler e escrever, as crianças já estão conectadas ao mundo digital e entendem como aquele sistema funciona. Dessa forma, a escola pode utilizar esses recursos tecnológicos para alfabetizar os alunos e estimular o ensino e a aprendizagem.

Como a escola pode oferecer essas ferramentas?

É certo que o aparato tecnológico não minimiza o papel do educador, mas potencializa o ensino e facilita a compreensão do aluno, principalmente no momento em que vivemos. Sendo assim, ao utilizar esses recursos de forma correta, a participação dos estudantes se torna mais ativa e as aulas se tornam mais dinâmicas e fluidas.

É interessante, antes de oferecer esses recursos, criar estratégias alinhadas à metodologia pedagógica da escola. Dessa maneira, o uso da tecnologia não será apenas um momento lúdico, mas fará parte do projeto político pedagógico da escola com metas e objetivos claros.

Outro ponto importante é que os educadores devem ser capacitados e estarem abertos a novas experiências. Muitos se sentem inseguros diante da tecnologia, acreditando que poderão ser substituídos por plataformas interativas, mas é dever da escola dar esse apoio e mostrar que esse é apenas um recurso facilitador da transmissão de conhecimento.

Quais são os benefícios da tecnologia na educação infantil?

As tecnologias auxiliam os estudantes com uma nova forma de interação, a ampliação no acesso à informação e o contato com novas linguagens. Veja outros benefícios.

Estímulo da aprendizagem

Na educação infantil, as crianças precisam de muitos estímulos para se desenvolverem. Portanto, utilizar a tecnologia é mais um meio de investir em recursos visuais e auditivos que estimulam o aprendizado.

Muitos alunos introspectivos e tímidos conseguem melhorar sua interação por meio de ferramentas tecnológicas. Além disso, as atividades em pares ou grupos unem os alunos e propõem a construção do ensino em conjunto.

Desenvolvimento do raciocínio

Se bem utilizada, a tecnologia também auxilia no desenvolvimento do raciocínio. Por meio de atividades interativas, as crianças conseguem ficar mais atentas e desenvolvem o raciocínio para concluir uma ação.

Uma das formas de fazer isso é inserir conceitos de programação nas atividades, pois essas ações propõem metodologias de tentativa e erro que melhoram a capacidade de foco e concentração dos alunos.

Aumento da criatividade

A inserção da tecnologia na educação desperta a criatividade e permite que as próprias crianças construam ideias e descubram conteúdos. Diferentemente de um livro, por exemplo, o uso dessa ferramenta não é linear e não há limites.

Assim, um jogo que estimule o lado artístico das crianças poderá ser utilizado de formas diferentes, pois cada aluno tem uma vivência própria e uma criatividade única.

Melhora da autonomia

A escola tem um papel fundamental no processo de aprendizagem e a tecnologia é uma ferramenta adicional que traz autonomia aos professores e estudantes.

Por meio desses recursos, os alunos ficam mais livres para construir um caminho de conhecimento próprio. Ademais, os professores também podem sugerir atividades em grupo que estimulem o aprendizado coletivo.

E aí, o que você acha da utilização da tecnologia na educação infantil? Deixe o seu comentário abaixo.

Veja mais conteúdos sobre educação e tecnologia no EducaTech.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *