• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Arábia Saudita diz que cooperação trará estabilidade a petróleo

  • COMPARTILHE
Geral

Arábia Saudita diz que cooperação trará estabilidade a petróleo

- O ministro do Petróleo da Arábia Saudita, Ali al-Naimi, disse neste domingo que a estabilidade da cotação do petróleo no mercado internacional será alcançada por meio da cooperação de produtores e consumidores. "Mas isso provavelmente vai levar tempo", ponderou.

Em um encontro de energia na capital saudita, Riade, Naimi disse que, embora o mercado esteja passando por um período de instabilidade, ele está "naturalmente otimista" sobre o futuro e o retorno da estabilidade de preços da commodity. Os preços do barril de petróleo ficaram abaixo do patamar de US$ 30 pela primeira vez em 12 anos na semana passada. Além disso, os participantes do mercado esperam que, com a suspensão das sanções contra o Irã, a oferta da commodity, que já se encontra em nível excessivo, fique ainda maior.

Membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), a Arábia Saudita liderou o grupo em 2014 em uma tentativa de ofertar mais petróleo no mercado mesmo com um declínio dos preços. Analistas do setor afirmam que a política saudita pretende causar um período de preços baixos para expulsar do mercado produtores que precisam de preços elevados, como os EUA.

O grupo produz um terço do petróleo do mundo e tem historicamente usado essa condição para manter a oferta em nível suficiente para sustentar os preços que desejam. Com a produção americana inundando o mercado, os sauditas passaram a não acreditar mais que um ajuste de produção seria eficaz.Em dezembro, a Opep não conseguiu chegar a qualquer acordo para restringir a produção, fazendo com que os membros continuassem ofertando petróleo em níveis quase recordes em um mercado que já sofre com excesso de oferta. Fonte: Dow Jones Newswires