• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva deixa famílias desalojadas nos primeiros dias do ano no Espírito Santo

  • COMPARTILHE
Geral

Chuva deixa famílias desalojadas nos primeiros dias do ano no Espírito Santo

Em Pancas e Linhares os temporais causaram destruição em residências, o que obrigou as famílias a deixarem os locais

Em dezembro, a chuva causou aumento no nível do Rio Cricaré, em Nova Venécia | Foto: Max Suel / Portal Norte Capixaba (15/12/2017)

As chuvas que estão atingindo diversas localidades do Espírito Santo nesta primeira semana de 2018 já deixaram duas famílias desalojadas no interior do Estado. No município de Pancas, uma casa foi totalmente destelhada e em Linhares, uma outra residência ficou destruída. As duas localidades ficam na região Norte capixaba.

De acordo com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, órgão do Corpo de Bombeiros, no período de 24 horas, encerrado às 6 horas desta quinta-feira (04), o maior acumulado de chuva foi registrado em São Roque do Canaã, com 76,62 milímetros.

Em Nova Venécia, região Norte, foram registrados 73,50 milímetros de chuva. Sobre o município, permanece um alerta do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), que prevê risco de enxurrada e de movimento de massa no local. Em dezembro, as chuvas causaram aumento no nível do Rio Cricaré, que corta a cidade.

Os outros municípios que registraram acumulados relevantes de chuva foram João Neiva (60,58), Itaguaçu (51,62), Colatina (45,74), Alegre (45,68), Guaçuí (40,06), Aracruz (40,03), Itarana (38,20), Laranja da Terra (31,71), Afonso Cláudio (28,53) e Guarapari (27,20). Os demais municípios apresentaram acumulados inferiores a 25 mm.

Previsão

De acordo com o instituto Climatempo, as áreas de instabilidade que estão espalhadas pela Região Sudeste vão ganhar um reforço de uma frente fria. A previsão é de uma intensificação da chuva para o norte do estado do Espírito Santo, Rio de Janeiro e centro-leste de Minas Gerais.

As nuvens mais carregadas tendem a se afastar do estado de São Paulo e do centro-sul do Rio de Janeiro e vão atuar em outras partes do Sudeste. Até o norte de Minas Gerais pode voltar a ter pancadas de chuva de forte intensidade. A frente fria se forma ao largo do litoral do Sudeste e fica próxima ao Rio de Janeiro.

A chuva deve ganhar força sobre o norte fluminense e a Região dos Lagos, com alerta de bastante chuva. A previsão também é de chuva forte, que pode acumular grandes volumes na Grande Belo Horizonte e no Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, além de todo o estado do Espírito Santo, incluindo a Grande Vitória.