• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Secretários de segurança do Sudeste se reunirão com ministro da Justiça para tratar da segurança nas divisas com o Rio

  • COMPARTILHE
Geral

Secretários de segurança do Sudeste se reunirão com ministro da Justiça para tratar da segurança nas divisas com o Rio

Reunião, que contará com a presença do secretário estadual de segurança pública, André Garcia, dos secretários de Minas e São Paulo e do ministro Torquato Jardim, acontece em São Paulo, na próxima quinta-feira (22), às 10h.

O secretário estadual de segurança pública, André Garcia, vai participar de uma reunião com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, e com os secretários de segurança pública de Minas Gerais e São Paulo para definir ações e o protoloco que será adotado pelos estados com relação a intervenção federal que vem sendo realizada no Rio de Janeiro. A reunião acontecerá em São Paulo, na próxima quinta-feira (22), às 10 horas.

Segundo Garcia, os secretários solicitarão informações de inteligência que ajudem os estados a controlar o fluxo nas divisas com o Rio. "Estamos conversando para trazer um fluxo de informações adequadas entre os serviços de inteligência dos estados. Chamamos a interlocução do governo federal, para que eles possam colocar essas informações a par desses estados, afinal qualquer informação que faz questão a migração, nós precisamos saber rapidamente", explicou.

O secretário, no entanto, tratou de tranquilizar a população capixaba e garantir que não há uma crescente no fluxo na divisa entre o Espírito Santo e o Rio de Janeiro. "Por enquanto, não tem nada de anormal, não temos nenhuma informação relevante de fluxo de migração. A gente também não espera que venha um fluxo grande, mas precisamos ter essas informações", frisou André Garcia que confirmou que o Plano de Contigência fica pronto nesta segunda-feira (19).

Lelo Coimbra

O deputado federal Lelo Coimbra vai participar nesta segunda, às 10 horas, da reunião do Conselho da República, criado para deliberar sobre a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. A reunião contará com várias lideranças do governo, entre eles o presidente Michel Temer (MDB), que solicitou a presença do parlamentar capixaba.

“A população do Rio não pode continuar refém do crime organizado e das milícias. A intervenção na segurança pública é uma medida excepcional para um momento extremo. É uma atitude para tentar reverter o quadro de caos na escalada da violência no Rio. Estaremos debatendo esse assunto amanhã com o presidente e também na Câmara dos Deputados”, destacou Lelo.