• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caixa-preta do Airbus A320 é encaminhada a Paris para análise

Geral

Caixa-preta do Airbus A320 é encaminhada a Paris para análise

Recuperado entre os destroços do avião, o gravador de voz do cockpit do Airbus da Germanwings, que caiu na terça-feira (25), está danificado e foi enviado a Paris para ser analisado

Modelo de Airbus A320 semelhante ao que se envolveu no acidente desta terça Foto: Divulgação

Recuperado entre os destroços do avião, o gravador de voz do cockpit do Airbus da Germanwings, que caiu na terça-feira (25), está danificado e foi enviado a Paris para ser analisado. "A caixa-preta encontrada é o gravador de voz do cockpit", disse uma fonte à Agência France Press, indicando que o aparelho estava "danificado" e "foi transferido para Paris esta manhã".

A notícia foi confirmada pelo ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, que acrescentou que, apesar de danificada, ainda é possível analisá-la.

Em entrevista à emissora RTL, o ministro Cazeneuve disse que será possível reconstituir os dados da caixa que grava as conversas dos pilotos, de modo a esclarecer o motivo da queda da aeronave. A segunda caixa-preta, com os dados do voo, ainda não foi encontrada na área onde o avião caiu, nos Alpes franceses.

Sobre as hipóteses do que teria provocado o acidente, o ministro francês disse que "a hipótese de terrorismo não é privilegiada". Segundo Cazeneuve, "todas as hipóteses devem ser analisadas". Ele acrescentou que "há uma concentração de destroços do avião em uma área de 1,5 hectare".

O governo adiantou que "é certamente uma área importante porque o choque foi significativo, mas demonstra que o avião provavelmente não explodiu" e, portanto, "a hipótese de terrorismo não é privilegiada".

Bernard Cazeneuve disse ainda que "dez profissionais da área de medicina legal vão chegar durante o dia [de hoje] para a identificação dos corpos" e que esses especialistas vão trabalhar junto com as autoridades de investigação.