• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cachoeiro terá novos pontos de coleta seletiva do projeto ‘Vem Reciclar’

Geral

Cachoeiro terá novos pontos de coleta seletiva do projeto ‘Vem Reciclar’

Todo o material recolhido é encaminhado para Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Cachoeiro, responsável pelo tratamento dos resíduos

O município de Cachoeiro já conta com 90 pontos para destinação adequada de resíduos recicláveis Foto: ​Divulgação/Prefeitura

O número de pontos para destinação adequada de resíduos recicláveis foi ampliado para 90 em Cachoeiro, o que proporcionou um aumento no volume mensal recolhido, de 14 para 20 toneladas. Distribuídos em diferentes regiões da cidade, os coletores foram implantados por meio do projeto ‘Vem Reciclar’, desenvolvido pela prefeitura. 

A alunos, pais, responsáveis e moradores do entorno, por exemplo, as 75 escolas da rede pública municipal de ensino disponibilizam bags para o descarte de plásticos, papéis, papelões, latas e metais, dentre outros materiais reaproveitáveis.

Outra opção do ‘Vem Reciclar’ são os pontos de entrega voluntária. O município conta com 16 desses coletores, nos bairros: Dr. Luiz Tinoco da Fonseca (BNH de Cima), Centro, Amarelo, Independência, Novo Parque, Campo Leopoldina, Sumaré e Teixeira Leite. 

“A nossa expectativa é que, até o fim do ano, esse número chegue a 30 unidades. Além disso, as redes particular e estadual de ensino também serão atendidas com bags para se tornarem pontos de entrega para as comunidades adjacentes”, afirma o secretário municipal de Meio Ambiente, Mário Louzada.

Atualmente, dois caminhões da Secretaria fazem o serviço de recolhimento dos resíduos, que são levados para a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Cachoeiro (Ascomirim). A entidade, que fica no bairro Coronel Borges, é responsável por todo o tratamento dos materiais.

Esse processo de trabalho passou a gerar, recentemente, uma renda média de R$ 1,3 mil para cada um dos 11 associados. No mês passado, os catadores receberam treinamento de conscientização sobre o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs).