• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Nos EUA, Califórnia não cumpre meta de economia de água, dizem reguladores

Geral

Nos EUA, Califórnia não cumpre meta de economia de água, dizem reguladores

Sacramento - Os californianos economizaram pouca água em março e as autoridades locais não foram agressivas o suficiente para combater o desperdício, afirmaram reguladores. Segundo eles, os moradores e as comunidades não conseguiram atingir a meta voluntária de economia defendida pelo governador Jerry Brown.

O Conselho de Controle dos Recursos Hídricos do Estado recebeu a atualização, no momento em que avalia a possibilidade de regulações de emergência obrigatórias, para proteger os mananciais de água no Estado. Brown já argumentou que as metas voluntárias eram insuficientes e que os californianos precisavam de um empurrão para levar a sério a economia.

Uma pesquisa dos departamentos locais de água divulgada no início de uma reunião de dois dias mostra que o uso caiu menos de 4% em março, na comparação com igual mês de 2013. No geral, a economia foi de apenas 9% desde o último verão local, mesmo com Brown recomendando uma taxa voluntária de 20%.

Estão sendo consideradas leis para proibir cidades de usar água potável para molhar plantas e incentivos a moradores para que deixem seus gramados sem água, para cumprir com metas obrigatórias.

O Conselho planeja determinar que cada cidade reduza a água em até 36%, na comparação com 2013, o ano anterior à declaração de emergência de seca do governador. As regulações também devem impedir que novas casas e prédios da Califórnia molhem seus gramados, a menos que atinjam as novas metas de eficiência. Já há restrições em andamento: os californianos não podem, por exemplo, molhar o gramado até dois dias depois de uma chuva, lavar carros com mangueiras que não fecham ou lavar a calçada com água. Os hotéis precisam oferecer aos clientes a possibilidade de reutilizar toalhas e lençóis e os restaurantes só podem servir água a pedido do cliente. Fonte: Associated Press.