• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Idoso morre ao tentar pular o muro de casa em Vila Velha

Geral

Idoso morre ao tentar pular o muro de casa em Vila Velha

Parte do muro cedeu e caiu em cima do homem de 83 anos. Ele teria esquecido a chave dentro da casa e sofreu o acidente tentando entrar na residência

A vítima esqueceu a chave dentro de casa Foto: TV Vitória

Um idoso morreu após tentar pular do muro da casa onde morava, no bairro Rio Marinho, em Vila Velha. De acordo com testemunhas, parte do muro cedeu e caiu em cima Renato Techio Emilio, de 83 anos. O acidente aconteceu na última terça-feira (9).

“Em 25 anos que eu moro aqui eu nunca vi essa casa aberta, só quando a família dele morava aí. Fiquei incomodada com isso e foram ver. Foi aí que encontraram ele caído e morto. Ele era um vizinho que não incomodava ninguém”, contou a aposentada Altina Nogueira.

Renato saiu da casa dele por volta de 7 horas de terça-feira. Segundo os parentes e os vizinhos, ele teria deixado a porta aberta e trancado apenas o portão de fora. O idoso estava conversando com alguns funcionários que tinha contratado para fazer um trabalho na região serrana do Estado. Quando retornou para casa, percebeu que estava sem chave e que não tinha como entrar. Foi aí que ele teria tentado pular o muro pela primeira vez subindo por uma lixeira. 

Como ele não conseguiu, rodeou o terreno e colocou um pedaço de madeira para conseguir pular o muro e ter acesso ao quintal. Os parentes disseram que quando ele pulou, parte do muro cedeu e acabou caindo em cima dele. “Até agora parece que estamos sonhando, parede um pesadelo isso”, disse a cunhada Edna Pinheiro Emilio. 

Parte do muro caiu em cima do idoso Foto: TV Vitória

Antes de ver o cunhado morto, Edna encontrou com ele na rua e lembrou o quanto Renato estava bem. “Ele estava muito bem. Quando eu estava indo para o trabalho encontrei com ele na rua. Estava ótimo, muito bem mesmo”, afirmou a cunhada.

A vítima era topógrafo, tinha uma empresa que fazia esse tipo de serviço e há um mês estava trabalhando na prefeitura de Vila Velha. Foi ele quem fundou o movimento comunitário do bairro e deu nome à rua onde morava, Rua Santa Julia, em homenagem a avó dele. 

O idoso morava em Rio Marinho há mais de 50 anos, era envolvido com a política e muito conhecido no bairro. O corpo do topógrafo será velado na capela de Rio Marinho na tarde desta quarta-feira (10).