• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caminhoneiro que provocou explosão com mortes em Viana presta depoimento

Geral

Caminhoneiro que provocou explosão com mortes em Viana presta depoimento

A advogada de defesa de uma das vítimas disse que, durante a audiência, Wesley Montovanelli admitiu a culpa pelo acidente, ocorrido em outubro de 2017

Foto: TV Vitória
Wesley Montovanelli foi ouvido na tarde desta quinta-feira (13), no Fórum do centro de Viana

O motorista de carreta acusado de provocar um grave acidente, em outubro de 2017, que deixou quatro pessoas mortas, na BR 101, em Viana, foi ouvido na tarde desta quinta-feira (13), em uma audiência sobre o caso, realizada no Fórum do centro de Viana. Wesley Montovanelli, de 47 anos, chegou a ser preso na época do acidente, mas agora responde pelo processo em liberdade.

A advogada de defesa de uma das vítimas, Simone Zani, conta que, durante o depoimento, Wesley chegou a entrar em contradição e admitiu a culpa pelo acidente. "Em geral, ele confessou a culpa pelo acidente, confessou que havia visto já a fila de carros à frente. Há um outro ponto em que ele entrou em contradição, porque ele falou que achava que estava a 60 km/h. Mas quando ela [a juíza] questionou alguns pontos sobre esse depoimento, ele falou depois que não, que ele acreditava que a pista era de 80 km/h", contou a advogada.

Pedro Siqueira, pai de uma das vítimas do acidente, esteve no fórum de Viana e reclamou da demora na conclusão do processo. "Que ela [Justiça] fosse mais ágil, mais rápida para tirar esse sofrimento da gente. O que está acontecendo nessas estradas é isso. É um pouco da impunidade que causa isso. Já aconteceram vários [acidentes]. Aconteceu com meu filho, quando foram quatro [mortos]. Agora foram três e o menino está em situação difícil. Eu peço para que a Justiça seja mais ágil. O próprio governo federal, estadual, municipal, que contribuam, para ver se bota mais juiz e se puna mais essas pessoas que andam fora da lei", protestou Pedro.

O acidente

O acidente aconteceu no dia 11 de outubro de 2017, no Km 304 da BR 101, na altura do Posto Canaã, em Viana, e envolveu nove veículos. Na ocasião, os carros estavam parados, quando uma carreta, conduzida por Wesley, veio em alta velocidade e colidiu com os veículos. Logo depois, houve uma explosão e sete carros pegaram fogo.

Quatro pessoas morreram na tragédia. Três corpos ficaram carbonizados e outra vítima morreu durante o socorro.

O acidente ocorreu a cerca de 200 metros do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), quando acontecia uma blitz da corporação, por conta do feriado de 12 de outubro. Uma fila de carros se formava para as abordagens.

Na época, a polícia informou que o motorista do caminhão seguia em velocidade acima da permitida e disse que não viu os veículos parados. A suspeita dos policiais é que o caminhoneiro estivesse utilizando o celular no momento do acidente.

Wesley Montovanelli foi preso no dia do acidente e autuado por homicídio culposo. No dia 20 de novembro do mesmo ano, a Justiça decidiu por revogar a prisão preventiva do motorista, que agora responde pelo processo em liberdade.