• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Equipe de advogados de Neymar Jr. se manifesta sobre pedido de habeas corpus

Geral

Equipe de advogados de Neymar Jr. se manifesta sobre pedido de habeas corpus

Parece que as polêmicas em torno da acusação de que Neymar Jr. teria estuprado Najila Trindade estão longe de acabar

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram

Segundo uma nota enviada pela assessoria dos advogados que estão representando o jogador de futebol, um advogado sem relação com o caso teria entrado com um pedido de habeas corpus - direito de um acusado responder o processo em liberdade - para o atleta!

A assessoria informou que irá encaminhar essa questão para a Ordem dos Advogados do Brasil a fim de que a situação seja investigada como uma infração ético-disciplinar e também que pedirá a extinção do pedido ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Entretanto, mesmo com as providências já sendo tomadas, a assessoria não deixou de mencionar que o time de defesa do jogador estava espantado e indignado com o caso. 

Confira abaixo:

É com espanto e indignação que a defesa recebe a notícia de nova impetração de habeas corpus em favor de Neymar da Silva Santos Júnior, por advogados não constituídos pelo atleta. A devida representação será encaminhada à Ordem dos Advogados do Brasil, para apuração de infração ético-disciplinar. A defesa constituída também requererá a extinção do processo sem julgamento do mérito ao E. Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Lamentamos que interesses outros se sobrepujem à garantia fundamental à defesa.

E parece que não são só os advogados de Ney que estão aborrecidos. O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo [SINDPESP] e a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo [ADPESP] também emitiram um comunicado em que repudiam a afirmação que Najila fez de que a polícia estaria comprada. Eles afirmaram que são solidários a toda e qualquer vítima de violência de gênero e também que são comprometidos a combater esse tipo de crime. Também não deixaram de falar que confiam na delegada responsável pelo caso e em todas as entidades que estão envolvidas na apuração:

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo [SINDPESP] e a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo [ADPESP] vêm a público repudiar veementemente a afirmação feita pela Srta. Najila Trindade de que a polícia estaria comprada.

Antes de mais nada, reafirmamos nossa solidariedade a toda e qualquer vítima de violência de gênero e o compromisso da Polícia Civil do Estado de SP em combater com rigor este tipo de crime. Todavia, não podemos tolerar que afirmações sem qualquer fundamento venham macular a honra de policiais e a imagem de toda uma instituição.

Com mais de 100 anos de história, a Polícia Civil de São Paulo é um órgão respeitado e que possui em seu quadro servidores competentes que desenvolvem seu trabalho com seriedade, comprometimento e respeito máximo às normas legais vigentes.

Toda investigação realizada pela Polícia Civil é inequivocamente regida pelos princípios da isenção e imparcialidade, e seu único compromisso é com a busca pela verdade. A Polícia Judiciária se mantém firme em seu caráter investigativo, que exige independência absoluta em sua atuação.

Reafirmamos, assim, nossa estrita confiança no trabalho da delegada de polícia que preside a investigação, na equipe do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt [IIRGD] – referência nacional em identificação digital –, bem como nos demais policiais civis que nela labutam, com a certeza de que a Polícia Civil bandeirante seguirá prestando um serviço responsável, ético e de qualidade à sociedade.