• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Kerry diz que EUA e Cuba ganharão com aproximação diplomática

Geral

Kerry diz que EUA e Cuba ganharão com aproximação diplomática

Washington - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, afirmou que a abertura da embaixada cubana em Washington, nesta segunda-feira, era "um dia histórico, um dia para remover barreiras". Segundo ele, não há nada a perder, mas muito a ganhar com a relação entre os países, citando as viagens entre ambos, "o livre fluxo de informações e ideias" e a retomada de comércio.

Kerry se reuniu com o ministro das Relações Exteriores cubano, Bruno Rodríguez. A dupla discutiu a cooperação judicial, o combate ao narcotráfico, cooperação nas telecomunicações, temas ambientais, questões de direitos humanos e o tráfico de pessoas, bem como a internet, disse o norte-americano. Segundo ele, os diplomatas dos dois países devem ter a liberdade para viajar e se comunicar com quaisquer cidadãos.

Rodríguez agradeceu o presidente Barack Obama pelos passos adotados até agora para normalizar os laços e pediu mais medidas nesse sentido. Ele recomendou que se afrouxe o embargo através do uso de ações do Executivo e também que o governo dos EUA devolva a Baía de Guantánamo a Cuba. O ministro cubano admitiu diferenças em temas como os direitos humanos, mas disse que os dois países podem encontrar maneiras de fortalecer os laços.

Em Havana, o Escritório de Interesses dos EUA oficialmente se tornou a embaixada dos EUA em Cuba às 00h01 desta segunda-feira, como combinado entre os dois países, mas sem uma cerimônia. Kerry viajará a Havana em 14 de agosto para comandar um evento marcando a reabertura formal da embaixada norte-americana na capital cubana. A bandeira dos EUA não tremulará na embaixada até a visita de Kerry. Fonte: Dow Jones Newswires.