• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Balsa com centenas de passageiros afunda em Bangladesh

Geral

Balsa com centenas de passageiros afunda em Bangladesh

LOUHAJONG, Bangladesh - Uma balsa com centenas de passageiros afundou nesta segunda-feira na região central de Bangladesh, matando pelo menos duas pessoas, enquanto testemunhas observavam horrorizadas, da margem, a embarcação emborcar. Várias pessoas estavam desaparecidas.

Não estava claro quantas pessoas estavam a bordo da M.V. Pinak, já que os operadores de balsa em Bangladesh raramente fazem listas com os nomes dos passageiros. Meios de comunicação locais disseram que havia cerca de 250 pessoas, mas a informação não pôde ser confirmada.

Azizul Haque, um dos pelo menos 44 passageiros que sobreviveram nadando até a margem, disse que se jogou a balsa quando ficou claro que a embarcação estava afundando.

"A balsa ficou fora de controle por causa do vento e da corrente, inclinando-se de um lado para outro", disse Haque, de 30 anos. "Então, o capitão pulou porque provavelmente compreendeu que estava afundando. O rio estava agitado e havia muitos passageiros a bordo."

A balsa emborcou no rio Padma, no distrito de Munshiganj, cerca de 44 quilômetros ao sul da capital, Daca.

Mais de quatro horas após o incidente, autoridades disseram que ainda buscavam uma embarcação maior para realizar uma operação de resgate adequada. O policial local Khalid Hossain declarou que dois corpos haviam sido recuperados até aquele momento.

"Estamos esperando uma embarcação maior, que já está a caminho", afirmou Nurul Alam Dulal, bombeiro local. "É muito difícil ir até o local e permanecer à tona."

Jasim Uddin, de 35 anos, foi uma das pessoas que viu a embarcação afundar da margem e gravou as imagens com seu telefone celular. Quando os sobreviventes começaram a chegar à margem, estavam exaustos e em pânico, afirmou ele.

"Uma mulher nadou quase até a margem e foi resgatada por uma lancha", disse ele. "Ela estava chorando, dizendo ter duas filhas. Havia pânico. Todos rezavam para Deus."

Na medida em que a notícias do incidente se espalharam, cerca de 500 pessoas - dentre elas parentes dos desaparecidos - foram para o local, muitos chorando e segurando fotografias de seus entes queridos.

Muitas pessoas morrem em acidentes de balsa todos os anos em Bangladesh, onde este tipo de embarcação é um meio comum de transporte. O Padma é um dos maiores rios do país, que é cortado por mais de 130 rios.

O baixo nível dos padrões de segurança e a superlotação são geralmente apontados como fatores que provocam esses acidentes. Em maio, cerca de 50 pessoas morreram num acidente com balsa no mesmo distrito.

Nesta segunda-feira, o Ministério da Navegação ordenou a abertura de uma investigação sobre o acidente. Fonte: Associated Press.