• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cadela paraplégica é resgatada em Vitória e precisa de ajuda para exames

Geral

Cadela paraplégica é resgatada em Vitória e precisa de ajuda para exames

A cadelinha é paraplégica e se arrastava pelo chão, o que resultou em várias feridas pelo corpo e nas patinhas. Logo depois que foi para o lar provisório, ela ganhou uma cadeira de rodas

A cadelinha tem aproximadamente 9 anos de idade Foto: Reprodução/Instagram

A história de uma cadelinha paraplégica está repercutindo nas redes sociais e comovendo muitos capixabas. Carinhosamente chamada de "Menina", a cadela da raça pug foi resgatada por um grupo de protetoras em situação de maus tratos e bem debilitada. 

De acordo com a protetora Patricia Gonçalves, que participou do resgate, Menina tem aproximadamente 9 anos de idade e apresenta problemas cardíacos, além de outras complicações. Ela conta que soube da história quando a antiga dona pediu ajuda para uma consulta médica. 

"Nós temos um grupo de pugs e sempre fazíamos encontros dessa raça. Ficamos sabendo que uma senhora estava com essa cadelinha e que ela estava pedindo ajuda para uma consulta médica. Quando nossa amiga foi até o local verificar, ela encontrou uma situação terrível, pois a Menina estava desnutrida e não tinha ração adequada. Foi aí que minha amiga pediu para levar a cachorra e a dona autorizou, dizendo que não tinha condições de cuidar", conta. 

A cadelinha é paraplégica e se arrastava pelo chão para se locomover, o que resultou em várias feridas pelo corpo e nas patinhas. Logo depois que foi para o lar temporário, ela ganhou uma cadeira de rodas, doada por uma pessoa que se comoveu com a situação.

As responsáveis pela guarda de Menina também criaram uma vaquinha online e pretendem arrecadar R$ 4 mil para custear as despesas que já tiveram e ainda vão ter. Além disso, ela também precisa de ração, fraldas e sessões de acupuntura e fisioterapia para tentar reverter a paralisia.