• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vídeo de diretor do Sindirodoviários chamando passageiros de 'praga' revolta internautas

Geral

Vídeo de diretor do Sindirodoviários chamando passageiros de 'praga' revolta internautas

Caso aconteceu após uma confusão envolvendo uma vendedora ambulante e o motorista e o cobrador de um ônibus que saía do Terminal de Itaparica

Um vídeo que tem circulado pelas redes sociais mostra um diretor do Sindicato dos Rodoviários do Espírito Santo (Sindirodoviário-ES) chamando passageiros de "praga", causou revolta entre internautas. O vídeo foi feito no final da manhã de terça-feira (26), dentro do Terminal de Itaparica, em Vila Velha.

O diretor do Sindirodoviários que aparece nas imagens é Silvio Carlos Ramos Oliveira. À reportagem do jornal online Folha Vitória, Silvio explicou que a declaração aconteceu em um "momento de raiva" e que, ao usar a palavra "praga", ele, na verdade, se referia a alguns vendedores que exigem que o motorista abra a porta do meio do ônibus para que ele possa vender seus produtos dentro do coletivo.

"Na hora do nervosismo, eu acabei me expressando mal. Não quis ofender os passageiros. Estava me referindo a alguns vendedores. Não todos, porque tem muito vendedor de bem, que trabalha com honestidade. Mas também tem muito que só quer saber de arrumar confusão com os motoristas e os cobradores", afirmou.

O vídeo foi feito após o Sindirodoviários ter sido acionado por um motorista e um cobrador que alegaram ter sido agredidos verbalmente por uma vendedora ambulante. O caso teria acontecido dentro do terminal de Itaparica.

Segundo Silvio, a mulher pediu para que o motorista deixasse ela entrar pela porta do meio. Como ele recusou, a vendedora teria entrado pela porta da frente e pulado a roleta. Em seguida, teria iniciado um bate-boca entre a vendedora, o cobrador e o motorista. 

O diretor do Sindirodoviários explicou que o motorista apenas seguiu uma orientação que vem sendo passada pelas empresas de transporte público, que estariam proibido a entrada de vendedores sem o pagamento da passagem.

"As empresas estão falando para os motoristas não deixarem esses vendedores entrarem pela porta do meio. Eles estão sendo muito cobrados com relação a isso e tem empresa que está até demitindo motorista que desobedece essa ordem", frisou Silvio.

Por meio de nota, a Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (Ceturb-GV) confirmou que não é permitida a entrada de vendedores nos coletivos sem o pagamento da passagem. Segundo a Ceturb-GV, as gratuidades do Sistema Transcol são apenas aquelas previstas em lei, como idosos, pessoas com deficiência especificada na lei e estudantes. 

A companhia informou também que todas as outras categorias devem fazer o pagamento da tarifa e que não é permitido o comércio ambulante dentro dos terminais.