• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cachoeiro recebe seminário sobre Cidades Inteligentes e Humanas na próxima terça-feira

Geral

Cachoeiro recebe seminário sobre Cidades Inteligentes e Humanas na próxima terça-feira

O evento terá entrada gratuita e é voltado para universitários, professores, pesquisadores, inventores, empreendedores, empresários e sociedade civil organizada

O evento, que terá entrada gratuita, acontece na próxima terça-feira (29), no Teatro Rubem Braga, em Cachoeiro Foto: ​Reprodução

Um novo olhar sobre as cidades, seus problemas e as possíveis soluções. O uso da imaginação, criatividade, inovação e empreendedorismo na construção de uma cidade melhor para todos os seus cidadãos. Com este objetivo Cachoeiro recebe, na próxima terça-feira (29), às 19h, no Teatro Municipal Rubem Braga o I Seminário de Cidades Inteligentes e Humanas, com o tema “Construindo o Alicerce de uma Cachoeiro Inteligente e Humana”.  Entrada do evento é gratuita.

O evento, voltado para estudantes universitários, professores, pesquisadores, inventores, empreendedores, empresários, representantes da sociedade civil organizada, gestores públicos, autoridades políticas e demais interessados na temática, é uma oportunidade ampla de discussão sobre as cidades que temos e que queremos.

O palestrante é André Gomyde, Mestre em Administração de Empresas pela Florida Christian University, Orlando-EUA, e Doutorando pela mesma instituição. Atualmente, Gomyde é presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, representante titular do Fórum Nacional dos Secretários Municipais da Área da Ciência, Tecnologia e Inovação, no Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia; e presidente da Companhia de Desenvolvimento de Vitória (CDV), órgão responsável pela implantação do Parque Tecnológico de Vitória.

Segundo o subsecretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, Alexandre Gasparini, o seminário visa disponibilizar um ambiente de discussão de metodologia de gestão de Cidades Inteligentes e Humanas, o seu papel no desenvolvimento municipal e a descrição de casos de sucesso, além das políticas municipais, estaduais, federais e privadas de fomento à sua criação pelos atores envolvidos no processo em âmbito nacional e internacional.

“Desejamos disseminar a cultura das Cidades Inteligentes e Humanas visando preparar o ambiente cachoeirense para a sua criação, atraindo fortemente a comunidade para participar do processo, envolvendo cada vez mais o cidadão, empresas, governo e academia”, finalizou Gasparini.

De acordo com a Rede Brasileira, “Cidades Inteligentes e Humanas são aquelas que se dotam de uma infraestrutura tecnológica interoperável, necessária para conectar todos os hardwares, softwares e aplicações existentes ou que venham a existir, de uma maneira que se transformem em uma plataforma que funcione como um nó que conecte todas as demais plataformas, permitindo à cidade que integre todos os dados e informações gerados, para ter um sistema de informações gerenciais aberto e transparente, de uma maneira que a tecnologia sirva de apoio à melhora da qualidade de vida das pessoas, sempre com sua participação em um processo cocriativo com o poder público”.