• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bando faz reféns, explode caixas e aterroriza Araçariguama-SP

Geral

Bando faz reféns, explode caixas e aterroriza Araçariguama-SP

Sorocaba - Um bando armado invadiu a cidade de Araçariguama, na região de Sorocaba (SP), no início da madrugada desta sexta-feira, obrigou pessoas que estavam na rua a se deitarem no chão e explodiu dois caixas eletrônicos de uma agência bancária. Durante a ação, os criminosos tentaram invadir a sede da Guarda Municipal e metralharam uma base da Polícia Militar. Houve troca de tiros com policiais, mas o bando conseguiu fugir levando o dinheiro. A agência ficou destruída. Até a tarde, ninguém tinha sido preso.

Esse foi o quarto ataque a agências bancárias da cidade de 17 mil habitantes nos três últimos anos. Testemunhas afirmam que 14 homens chegaram em três carros e, enquanto um grupo se dirigia ao banco, outro rendia as pessoas que estavam na rua mandando que se deitassem, e um terceiro tentava arrombar o portão da Guarda Municipal. Assim que os caixas foram explodidos, dois policiais militares se dirigiram até o local e foram recebidos com tiros de fuzil. Após recolher o dinheiro dos caixas, o bando fugiu disparando para o alto.

Ao passar pela base da Polícia Militar, os criminosos fizeram vários disparos contra o prédio. Vidros blindados e as paredes foram perfurados por tiros de fuzil. Uma viatura da PM também foi alvejada. Pelo menos uma moto dava apoio aos bandidos. Moradores chegaram a gravar a fuga, captando o barulho dos tiros. No dia 5 deste mês, bandidos explodiram um caixa eletrônico no km 57 da rodovia Castelo Branco, em São Roque e, no dia 15, atacaram em Mairinque. As três cidades são vizinhas.

Estatística da Secretaria da Segurança Pública mostra que, de janeiro a outubro deste ano, houve 142 roubos a banco no Estado de São Paulo, a maioria com o uso de explosivos, mas o número cresceu nos últimos meses. Foram 10 casos em setembro, 21 em outubro e, apenas no interior, 29 em novembro - dado ainda não oficial. Algumas cidades, como Pereiras, Conchas, Alambari e Torre de Pedra, ficaram sem os serviços bancários em razão da repetição dos ataques.