• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Moradores da Serra atingidos pela chuva receberão casas populares a partir desta segunda-feira

Geral

Moradores da Serra atingidos pela chuva receberão casas populares a partir desta segunda-feira

As unidades, com, aproximadamente, 40m² de área, possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e um terreno com área de 126 m²

Moradores sofreram com as chuvas em dezembro de 2013 Foto: Jadys Araújo

Cerca de 1500 pessoas serão beneficiadas com a entrega de 340 casas populares na Serra. Nesta segunda-feira (1), as primeiras 57 unidades serão entregues no bairro Bicanga. A prioridade são famílias que foram atingidas pelas chuvas e que estão cadastradas no Projeto Prioritário de Investimentos (PPI), fruto de uma parceria da Prefeitura da Serra com o Ministério das Cidades.

A cerimônia do repasse das chaves está marcada para acontecer nesta manhãs, no empreendimento localizado no bairro Bicanga. O acesso será feito pela Avenida Meridional. Internamente, existem sete ruas que darão acesso às 57 unidades habitacionais.

As ruas já contam com infraestrutura, como pavimentação, drenagem e iluminação. Outras 122 unidades habitacionais estão sendo construídas e serão entregues no final do próximo mês. As demais têm previsão de entrega para o primeiro semestre de 2015. O investimento é superior a R$ 15 milhões.

As unidades, com, aproximadamente, 40m² de área, possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e um terreno com área de 126 m² (sendo 9m de largura por 14m de comprimento), e contam com esgotamento sanitário, abastecimento de água, além de ruas pavimentadas, calçadas padronizadas, drenagem pluvial e iluminação pública. As casas ter ão um sistema de aquecimento solar para alimentar apenas o chuveiro.

Projeto Prioritário de Investimentos (PPI)
O Projeto Prioritário de Investimentos (PPI) tem por objetivo a implantação de ações necessárias à segurança, salubridade e a habitabilidade de população localizada em área inadequada à moradia, por intermédio da execução de ações integradas de habitação, saneamento e inclusão social. Apresenta como diretrizes gerais o atendimento à população residente em áreas sujeitas a fatores de risco, insalubridade ou degradação ambiental, assim como atendimento prioritário às famílias de menor renda per capita, com maior número de dependentes, à mulher responsável pelo domicílio, os idosos, por exemplo.