• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após passar mal, menino morre em Vila Velha e família acusa médico de negligência

Geral

Após passar mal, menino morre em Vila Velha e família acusa médico de negligência

Segundo laudo, Guilherme Pereira da Silva, de 7 anos, foi vítima de uma crise de apendicite aguda. Familiares disseram que ele foi levado ao PA da Glória três vezes, mas sempre era liberado

Guilherme passou mal mais uma vez na manhã desta segunda-feira e não resistiu Foto: Reprodução

Um menino de apenas 7 anos morreu, na manhã da última segunda-feira (26), em Vila Velha. De acordo com o atestado de óbito, Guilherme Pereira da Silva foi vítima de uma crise de apendicite aguda. Familiares do menino disseram que ele foi levado três vezes para o Pronto Atendimento da Glória, mas, em todas elas, o médico o liberou.

Após passar mal mais uma vez, Guilherme foi levado para um hospital de Cobilândia, mas não resistiu. Uma tia do menino, Márcia Pombal da Silva, contou que a família viveu um drama nos últimos dias por causa do estado de saúde da criança. "Ele estava muito ruim. Não tinha mais força, estava sem cor, a boca já roxa nos lados e ele estava sem condições de andar", disse.

De acordo com familiares, Guilherme foi levado ao PA da Glória na quarta-feira (21), na sexta (23) e no domingo de Natal, dia 25, quando, segundo eles, a situação do garoto era ainda mais grave. A tia conta que, nas três ocasiões, o menino foi liberado pelos médicos do PA, o que gerou revolta na família. "Foi falta de cuidado do médico, que não pôde ficar com meu sobrinho internado", lamentou Márcia.

Depois de buscar atendimento no PA da Glória por três vezes e ser liberado em todas elas, Guilherme voltou a passar mal na manhã de segunda-feira, com os mesmos sintomas. Desesperados, os familiares levaram o menino para o hospital de Cobilândia, por ser mais próximo à residência deles. No entanto, segundo a família, a criança já chegou ao local sem vida.

Uma outra tia de Guilherme, Ana Lúcia Silva dos Santos, afirma que o sobrinho só morreu por negligência dos médicos que o atenderam no PA da Glória. "O médico não deveria ter mandado ele ir embora para casa, porque ele estava muito ruim mesmo", afirmou.

Saudade

A mãe do menino ficou desolado com a perda do filho Foto: TV Vitória

Segundo a mãe, Guilherme era arteiro, gostava de rua e era muito carinhoso com a família. O que ele mais gostava de fazer era jogar bola e andar de bicicleta.

O menino foi enterrado no inicio da tarde desta terça-feira (27), no cemitério de Santa Inês, em Vila Velha. Para os parentes, o que fica agora são as lembranças, a saudade e o desejo de que a justiça seja feita. "Eu quero justiça. Quero que esse médico pague pelo que ele fez, porque ele não deveria ter feito isso com meu sobrinho", lamentou Ana Lúcia.

Por meio de nota, a Prefeitura de Vila Velha disse que sente muito pelo ocorrido e que vai abrir um processo de auditoria para verificar o que aconteceu e os procedimentos que foram realizados durante o atendimento ao menino.

Confira: