• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Paróquia Nossa Senhora da Conceição comemora a padroeira de Guarapari

  • COMPARTILHE
Geral

Paróquia Nossa Senhora da Conceição comemora a padroeira de Guarapari

A novena começou dia 29 de novembro e segue até sábado (07)

Aline Couto

Redação Folha da Cidade
Foto: Reprodução/Pascom

O dia de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Guarapari, é comemorado em 08 de dezembro e a comunidade católica preparou homenagens, novena, missas e shows. A programação de shows vai de hoje até sábado na rua ao lado ao Radium Hotel, Centro de Guarapari. A festa da padroeira, uma realização da Paróquia Nossa Senhora da Conceição também contará com comidas típicas e a missa será todos os dias às 19h.

Responsável pela Pastoral da Comunicação (Pascom), Marcelo Saraiva, contou que os shows acontecem todos os dias após as missas e no sábado haverá procissão em homenagem ao dia da santa. “A procissão no sábado será às 17h e sairá da antiga Matriz até o Radium Hotel. A missa nesse dia acontecerá às 18h. Também haverá sorteio de brindes e uma Ação entre Amigos no valor de R$ 10 para concorrer a três sorteios”.

Foto: Divulgação

O padre que responde pela Paróquia, Diego Carvalho, convidou outros sacerdotes do município para participarem das missas da novena e da festa. Um dos convidados é o Padre Jacqueson da Paróquia Bem- Aventurado Padre Eustáquio em Concha D’Ostra. “Fiquei muito feliz com o convite, em poder participar dessa festa na paróquia que me acolheu quando cheguei a Guarapari”, contou o pároco explicando que há dois anos era padre da Igreja Nossa Senhora da Conceição.

“Essa participação é o momento de reencontro, de voltar às origens. Será muito celebrativo e bonito, onde o povo de Deus estará presente para fazer parte disso tudo. Essa união das paróquias nos mostra que a igreja é realmente única, que trabalhamos para o Reino do Céu servindo a Jesus com alegria. Essa comunhão serve de testemunho em um mundo que precisa tanto de unidade”, concluiu Padre Jacqueson.