Médico desaparecido em SP: família faz buscas em hospitais e delegacia anti-sequestro investiga caso

Geral

Médico desaparecido em SP: família faz buscas em hospitais e delegacia anti-sequestro investiga caso

Após investigações, a polícia de São Paulo descobriu que o médico não embarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos. último contato do oncologista com a família aconteceu na sexta-feira

Buscas continuam Foto: Divulgação Site HCor

Familiares do médico capixaba que está desaparecido em São Paulo desde sexta-feira (28), percorrem hospitais do Estado em busca do oncologista Roberto Gomes. Na manhã desta terça-feira (2), Leonardo Gomes, filho de Roberto que está em São Paulo, recebeu informações de que um homem com características semelhantes ao pai teria sido atendido pelo Samu e levado para o Hospital HCor.

De acordo com a filha do oncologista, Roberta Gomes, o irmão foi ao local indicado, mas não localizou o pai. “Não era o meu pai. Meu irmão foi lá e descobriu que ninguém com características físicas parecidas deu entrada no hospital”, disse.  Após a constatação, Roberta informou que o irmão visitará outros hospitais na região à procura de Roberto. 

Após investigações, a polícia de São Paulo descobriu que o médico não embarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, local que serviria para o embarque de retorno do médico ao Espírito Santo. Policiais da Divisão Anti-Sequestro do Estado de São Paulo continuam investigando o que teria acontecido com o médico.

Desaparecimento
O médico viajou na quarta-feira (26) para participar do lançamento da segunda edição de um livro do qual é autor. O evento foi realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo. Um colega de Roberto Gomes contou que, na quinta-feira (27) à noite, ofereceu carona ao médico, que demonstrou não estar passando bem. O médico recusou o convite e disse que voltaria de táxi para o hotel. O último contato do oncologista com a família aconteceu na manhã de sexta-feira (28).