• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Médicos da Pró-Matre cruzam os braços e maternidade fecha as portas em Vitória

Geral

Médicos da Pró-Matre cruzam os braços e maternidade fecha as portas em Vitória

O diretor da maternidade, Helcio Menezes Couto, aconselha as gestantes a não procurarem a Pró-Matre enquanto o poder público não repassar a verba

Maternidade está de portas fechadas Foto: TV Vitória

Desde sexta-feira (21), a maternidade Pró-Matre, em Vitória, está de portas fechadas e sem médico para atender. Segundo o diretor da instituição, Helcio Menezes Couto, os médicos optaram por suspender os atendimentos depois de ficarem sem receber desde abril deste ano.

“Estamos há três meses sem receber, mas a culpa não é da Pró-Matre; se o poder público não repassa verba à maternidade, é impossível manter os compromissos em dia”, informou o diretor, que afirmou também que só os casos de internação estão sendo acompanhados.

A Pró-Matre é uma maternidade filantrópica que realiza, em média, 320 partos por mês. Atualmente, a unidade conta com 13 pediatras, dois a menos que o recomendável pelo Ministério da Saúde. O diretor da maternidade aconselha as gestantes a não procurarem a Pró-Matre enquanto o poder público não repassar a verba.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informou que o convênio firmado em 2008 com a Associação Beneficente Promatre de Vitória, foi concluído no dia 18 de julho de 2015 e o pagamento da última parcela foi efetuado no mês de abril, no valor de R$ 639.083. A Prefeitura está avaliando a viabilidade da realização de um novo convênio.Já a Secretaria Estadual de Saúde disse que não há atraso em repasse e que o último pagamento à instituição foi feito nesta segunda-feira.