• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dona de bar onde bebê foi abandonado em Vila Velha diz que pretende adotar a criança

Geral

Dona de bar onde bebê foi abandonado em Vila Velha diz que pretende adotar a criança

Conceição Maria de Jesus, de 68 anos, garante que já tem até nome para a menina. Recém-nascida foi levada para o hospital e, quando tiver alta, seguirá para um abrigo

Dona Conceição espera que a criança retorne para sua casa após receber alta no hospital Foto: TV Vitória

Após ser encontrada dentro de uma bolsa de feira, em um bar de Ulisses Guimarães, em Vila Velha, uma recém-nascida foi encaminhada para o Hospital Infantil de Vila Velha. A previsão de alta é para a noite desta quarta-feira (24). Em seguida, a criança, uma menina de 52 centímetros e que pesa pouco mais de três quilos, será levada para um abrigo e ficará sob os cuidados do Conselho Tutelar. 

No entanto, se depender da comerciante Conceição Maria de Jesus, de 68 anos, dona do bar onde o bebê foi encontrado, o destino da criança deverá ser outro. Ela conta que sonha em poder ficar com a recém-nascida e cuidar dela como filha. Segundo a comerciante, a menina já tem até nome.

"Conceição. Maria da Conceição. O meu nome é Conceição Maria e eu quero o dela Maria da Conceição. Se for da vontade de Deus, ela ainda volta para mim. Ou a mãe aparece para cuidar dela", disse a idosa.

Dona Conceição conta que a criança foi encontrada no cantinho do balcão do bar, localizado na Rua Raul Seixas, na noite desta segunda-feira (22). "Eu estava com o bar aberto, atendendo meus fregueses, e quando foi lá para as 22h20 mais ou menos os fregueses foram embora. Eu estava com fome e fui esquentar uma comida, mas lá da cozinha eu ouvi um barulho. Quando eu fui olhar, pensei: 'não tem ninguém no balcão, mas tem uma sacola ali. Deve ter alguém do lado de fora'. Mas olhei e não vi ninguém. E quando eu olhei dentro da sacola, era um neném", contou.

Recém-nascida foi encontrada no balcão do bar Foto: TV Vitória

Ao falar sobre como encontrou o bebê, a comerciante chega a se emocionar. Dona Conceição, que mora em Ulisses Guimarães há cerca de 30 anos, acredita que foi escolhida para cuidar da criança.

"Fiquei feliz porque sabia que era mais uma vida que Deus trouxe para os meus braços. Eu já fiz vários partos, acho que uns quatro. E Jesus enviou essa pessoa para deixar aqui, porque eu iria prestar socorro ao neném. Melhor do que se tivesse jogado no lixo, igual têm feito por aí. Então Deus enviou essa pessoa para deixar aqui, porque eu sou uma pessoa que tem um coração bom e não iria maltratar. Ia procurar cuidar", disse a comerciante.

Para dona Conceição, o sentimento de alegria por salvar a vida da menina se divide com a tristeza por uma mãe ter abandonado a própria filha. "Me dá tristeza também de ver uma criança abandonada sem eu saber quem é a mãe e eu não poder acolher pra mim", lamentou.

Investigação

De acordo com a Polícia Civil, a responsável pela criança ainda não foi identificada. A PC informou também que o caso será encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) para ser investigado.

Já a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que não pode passar o estado de saúde do bebê, por ser tratar de um caso delicado.