Maternidade do Hospital das Clínicas volta a fechar por falta de vagas

Geral

Maternidade do Hospital das Clínicas volta a fechar por falta de vagas

Outro hospital que também passou por esse problema foi o Jayme Santos Neves, na Serra. O local também chegou a ser fechado por conta de superlotação

O Hospital das Clínicas é considerado referência em gravidez de risco no Estado Foto: Divulgação

A maternidade do Hospital das Clínicas, em Vitória, foi fechada por falta de vagas na madrugada desta quinta-feira (8). De acordo com pacientes que tentavam atendimento, eles não conseguiam saber qual a previsão para a disponibilidade de novos leitos.

Uma gestante, que estava no local, disse que o parto dela não pode passar desta quinta-feira, que é uma gravidez de risco. O problema, segundo ela, é que não consegue uma posição do hospital. 

“A médica me orientou a procurar a maternidade no meu limite de 39 semanas, porque sou de alto risco. Tenho diabetes e hipotireoidismo, mas cheguei na recepção e eles nem olham o papel direito, nem dão uma informação. A gente pergunta se pode falar com a direção para ver se terá alguma grávida liberada para gente esperar, mas eles não falam nada. Eles falam que não podem falar, que tem que esperar o papel ser retirado daqui. De hoje não pode passar, pois foi orientação da minha médica. Meu bebê nem está mexendo mais”, contou a mulher.

A maternidade foi fechada na última quarta-feira (7) por superlotação, mas na madrugada desta quinta-feira foram disponibilizados 20 leitos. Só que a situação mudou e o local voltou a ficar lotado. Durante a manhã, a recepção ficou lotada. Alguns médicos tentavam conversar com os pacientes que aguardavam atendimento para explicar a situação. Segundo a assessoria do hospital, o caso desta quinta-feira vai ser apurado. 

O que deixa os pacientes ainda mais preocupados é que tanto o Hospital das Clínicas como o Hospital Jayme Santos Neves, na Serra, que são considerados hospitais de referência para atendimento em gravidez de alto risco, vivem constantemente fechados. Na última quarta-feira, o Jayme Santos Neves fechou por falta de vaga, mas nesta quinta-feira as atendentes disseram que o funcionamento está normal. 

>>Confira o vídeo<<