• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva atrasa lançamento e Linha Verde de Camburi deve entrar em funcionamento dentro de 15 dias

  • COMPARTILHE
Geral

Chuva atrasa lançamento e Linha Verde de Camburi deve entrar em funcionamento dentro de 15 dias

Tyago Hoffmann

Tyago Hoffmann Foto: Divulgação

A Linha Verde de Camburi, em Vitória, prevista para entrar em funcionamento após o feriado de Carnaval precisou ter o lançamento adiado por parte da Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana da capital. O motivo é a chuva que caiu durante o período que atrapalhou a pintura e instalação da placas no local.

De acordo com o secretário da pasta, Tyago Hoffmann, o início da faixa, que é exclusiva para o transporte coletivo, que inclui ônibus, vans e táxis, deve acontecer dentro do prazo de 15 dias. Para entender melhor o funcionamento da faixa, a reportagem do jornal online Folha Vitória conversou com Hoffmann. 

Veja a entrevista abaixo:

Folha Vitória: Havia previsão para a Linha Verde começar a funcionar no início do mês de fevereiro. Qual a nova previsão?
Tyago Hoffmann: Não era exatamente no início do mês. A previsão de lançamento da faixa exclusiva era para depois do feriado de Carnaval. Contudo, choveu muito na Grande Vitória nesse período e tiveram atrasos na pintura e instalação das placas de sinalização. O início da Linha Verde em Camburi será em aproximadamente 15 dias.

FV: Como vão funcionar a questão de multas para veículos não autorizados na faixa?
TH: Não estamos preocupados com multas. A nossa preocupação é com a faixa e a preservação da exclusividade para transportes coletivos. Porém, quando começar oficialmente, haverá um período de 30 dias para educação na região. Uma equipe estará lá, de prontidão, para dar todo esclarecimento necessário para que ninguém entre na faixa desavisadamente, o que é natural de se acontecer. Durante esses 30 dias não haverá multas.

FV: Ônibus devem seguir, obrigatoriamente, pela faixa exclusiva? Eles podem usar outra faixa para ultrapassar veículos?
TH: A Linha Verde não proíbe os veículos que têm exclusividade de saírem da faixa. Mas é claro que eles vão preferir a faixa exclusiva, porque ela, sem dúvidas, estará mais livre para o trânsito. Há um trabalho para que esses veículos só usem a faixa exclusiva e não há razão para sair.

FV: Táxis podem usar a faixa. Motoristas de aplicativos também vão poder?
TH: Táxis e vans também. Já os motoristas de aplicativo não, porque não temos como identificar que esses veículos estão realmente em serviço no momento em que utilizarem a faixa. A não identificação se deve ao fato de que esses veículos não são caracterizados como os que estão inclusos na exclusividade.

FV: Qual o horário de funcionamento da faixa?
TH: A Linha Verde estará funcionando de segunda a sexta-feira das 6h às 21h e sábados das 6 às 14h.

FV: Há previsão para instalação da Linha Verde no sentido contrário?
TH: Não, porque a gente quer primeiro colocar a faixa e avaliar esse período de 30 dias de funcionamento. Depois haverá um estudo para comprovar que a iniciativa deu certo e aí sim programar novas expansões. Elas podem acontecer no retorno ou até mesmo uma continuidade na avenida no sentido Sul. 

FV: Caso o resultado após o período de avaliação seja negativo, há possibilidade de exclusão da Linha Verde no local?
TH: Possibilidade existe para tudo. Porém, não trabalhamos com essa possibilidade. A prioridade é o transporte de prestação de serviço. Se houver ganho para esse transporte, a faixa cumpriu a sua função.