• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Idoso usa enxadão para agredir filhas em Viana após elas reclamarem de falta d'água

Polícia

Idoso usa enxadão para agredir filhas em Viana após elas reclamarem de falta d'água

Segundo a filha atingida pela enxada, a irmã foi questionar por que o pai havia desligado a água da casa delas. O homem, em seguida, teria começado com as ameaças e agressões

Uma das filhas do acusado ficou ferida após ser agredida Foto: TV Vitória

Uma briga em família quase terminou em tragédia, na manhã desta quinta-feira (15), em Viana. Um idoso de 65 anos agrediu uma das filhas com um enxadão. A Polícia Militar foi acionada e Antônio da Silva foi levado para a Delegacia da Mulher do município. 

Segundo a filha atingida pela enxada, a irmã dela foi questionar por que o pai havia desligado a água da casa delas. O homem, em seguida, teria começado com as ameaças e agressões. 

"Minha irmã mais velha foi falar com meu pai a respeito da água e nisso começou a agressão. Ele foi bater nela e juntaram os irmãos para não deixar", contou.

As filhas alegam que o pai sempre as agrediu, mas dizem que, dessa vez, ele passou dos limites. "Ele pegou um enxadão para me atingir e eu saí correndo. Eu estava caída no chão e, quando ele tentou me golpear, meu filho deu uma paulada na perna dele. Minha irmã segurou o enxadão e o levou para dentro de casa, porque ele ainda estava querendo ir para cima de mim", relatou a vítima.

De acordo com a titular da Delegacia da Mulher de Viana, delegada Tânia Maria Zanoli, Antônio já foi parar na delegacia anteriormente, mas foi liberado na ocasião. 

"Desde que as filhas eram crianças, ele agredia tanto a esposa quanto elas. E ele é reincidente dessa prática de agressão física. A mesma guarnição policial que atendeu hoje pela manhã esse caso, no final do ano passado atendeu esse mesmo autor, em uma tentativa de agressão contra uma pessoa que não é da família", contou a delegada.

O acusado foi autuado por tentativa de homicídio, já que, segundo a delegada, as vítimas poderiam ter morrido caso não tivessem sido ajudadas. "Elas deixaram claro que ele só não ceifou a vida das duas porque os irmãos e até mesmo vizinhos conseguiram conter a ação do agressor", alegou.