• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caso Milena Gottardi: audiências começam nesta terça-feira

Polícia

Caso Milena Gottardi: audiências começam nesta terça-feira

Serão quatro dias de audiência nesta primeira fase do julgamento. Primeiro serão ouvidas as testemunhas de acusação e, posteriormente, as de defesa dos acusados

A médica foi assassinada em setembro do ano passado | Foto: Reprodução

Após quatro meses de investigações, prisões e polêmicas, começam, nesta terça-feira (16), as primeiras audiências do julgamento do caso médica Milena Gottardi, assassinada no dia 14 de setembro do ano passado. Nesta primeira etapa, mais de 50 testemunhas de acusação e defesa serão ouvidas.

Segundo decisão do juiz Marcos Pereira Sanches, nos dias 16 e 17 prestarão depoimento as testemunhas de acusação arroladas pelo Ministério Público Estadual (MPES). No dia 30 serão realizadas audiências, onde serão ouvidas as testemunhas arroladas pelas defesas do policial civil Hilário Frasson e de Esperidião Frasson, acusados de serem os mandantes do assassinato de Milena. Já no dia 31 serão ouvidas as testemunhas apontadas pelas defesas de Valcir da Silva Dias e de Hermenegildo Palauro Filho, o Judinho, apontados como intermediários do crime.

Ao todo, foram convocadas 51 testemunhas no processo de julgamento do caso. Treze delas pela defesa de Hilário. No primeiro dia do julgamento, das 19 pessoas convocadas pela acusação, nove começam a ser ouvidas pelo juiz responsável. 

O julgamento terá início às 9 horas. A primeira testemunha a depor será o delegado Janderson Lube, que esteve à frente das investigações, seguido pelas testemunhas Igor de Oliveira e Ana Paula Protzner. No mesmo dia, a partir das 13 horas, outras cinco testemunhas prestarão depoimento.

Na quarta-feira (17), pela manhã, estão previstos os depoimentos de três testemunhas. Outras cinco devem ser ouvidas na tarde deste mesmo dia. Confira abaixo a lista das testemunhas.

Já no final de janeiro, no dia 30, em uma terça-feira, serão ouvidas duas testemunhas de Esperidião, ex-sogro de Milena, e duas testemunhas de Hilário, ex-marido da médica. Na tarde deste mesmo dia, outras quatro testemunhas do policial civil darão depoimentos ao juiz. No último dia de audiências desta primeira fase, dia 31, três testemunhas de Valdir e uma testemunha de Hermenegildo serão ouvidas no período da tarde.

Veja a lista completa desta primeira fase de audiências:

Dia 16, às 9 horas:

- Janderson Birschner (Delegado)
- Igor de Oliveira (PC)
- Ana Paula Protzner

Dia 16, às 13 horas:

- Maria Isabel
- Edineia Alvarenga
- Shintia Gottardi
- Marcelle Gomes
- Douglas Gottardi

*Testemunha Zilca Maria Gottardi fica facultado sua inquirição nessa unidade judiciária

Dia 17, às 9 horas

- Rachel Lacourt
- Bianca Pavan
- Aline Coelho

Dia 17, às 13 horas

- Fernanda Coutinho
- Livia Maria Araújo
- Marcelo Thompson
- Ulisses Nascimento de Oliveira
- Gustavo Garcia Wierman

Dia 30, às 9 horas

- Duas testemunhas de Esperidião
- 2ª e 3ª testemunha de Hilário

Dia 30, às 13 horas

- 5ª, 7ª, 8ª e 13ª testemunha de Hilário

Dia 31, às 13 horas

- 1ª à 3ª e 8ª testemunha de Valdir
- 1ª testemunha de Hermenegildo

O crime

A médica Milena Gottardi Tonini Frasson, de 38 anos, que atuava como pediatra oncológica, saía de mais um plantão no Hospital das Clínicas, em Maruípe, Vitória, no final da tarde. Ela seguia acompanhada de uma amiga, também médica, para o estacionamento do hospital, onde estava seu carro, quando foi abordada por um homem armado. O crime aconteceu no dia 14 de setembro de 2017.

O suspeito chegou a anunciar um assalto e mandou as duas vítimas entregarem seus pertences. Elas obedeceram às ordens do suposto assaltante, mas, antes de as médicas entrarem no veículo de Milena, o criminoso atirou três vezes na direção da pediatra, que foi atingida na cabeça e na perna. Em seguida, o atirador fugiu em uma moto. Milena chegou a ser socorrida e foi internada em um hospital particular da capital, mas morreu no dia seguinte.

Relembre todos os passos da investigação do caso Milena Gottardi