• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mais de 50 pessoas serão ouvidas no julgamento do caso Milena Gottardi

Polícia

Mais de 50 pessoas serão ouvidas no julgamento do caso Milena Gottardi

As audiências começam na próxima terça-feira (16). Milena foi assassinada em setembro do ano passado

Foram marcadas as primeiras audiências de julgamento dos acusados do assassinato da médica Milena Gottardi, que aconteceu em setembro do ano passado, e o acusado de ser o mandante do crime é o ex-marido da vítima, o policial civil Hilário Frason. Na lista de testemunhas, constam mais de 50 pessoas.

As primeiras audiências começam na próxima terça-feira (16). Ao todo, foram convocadas 51 testemunhas no processo de julgamento do caso. Treze delas pela defesa de Hilário. No primeiro dia do julgamento, das 19 pessoas convocadas pela acusação, nove começam a ser ouvidas pelo juiz responsável. A primeira testemunha a depor será o delegado Janderson Lube, que esteve à frente das investigações.

"Nós vamos tentar confirmar os fatos descritos na peça de acusação, que é a denuncia ofertada pelo Ministério Publico, e todo este contexto de violência e agressividade que a Milena foi vítima", afirmou o advogado de acusação, Renan Sales.

Algumas audiências vão acontecer por carta precatória, quando a pessoa é convocada a depor na cidade onde mora. O depoimento é enviado ao juiz responsável. Depois que as testemunhas de acusação e defesa forem ouvidas, começa a fase de depoimentos dos acusados.

De acordo com o advogado de acusação, a justiça pedida por tantos amigos e familiares da médica pode ser feita antes mesmo do prazo estabelecido pelo código processual. "O poder judiciário vem dando exemplar valor a esses processos. Feminicídio aqui no Estado tem sido observado da forma que tem que ser observado. Então a gente acredita que esse processo acabe antes dos 60 dias", disse.

A reportagem da Rede Vitória tentou contado com os advogados de defesa do Policial Civil Hilário Frasson, mas não conseguiu contato até o início da tarde desta quarta-feira (10).