• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Casal é preso suspeito de tráfico de drogas em Jardim Camburi

  • COMPARTILHE
Polícia

Casal é preso suspeito de tráfico de drogas em Jardim Camburi

As prisões foram realizadas pelas equipes da Delegacia Especializada de Tóxicos e Entorpecentes, em Jardim Camburi e Vista da Serra II

Um casal foi preso na tarde da última sexta-feira (16) suspeito de tráfico de drogas em Jardim Camburi, em Vitória. A prisão aconteceu em flagrante durante um encontro marcado entre eles.

A mulher identificada como Mara Zanetti, de 23 anos, acabou presa junto com o namorado Patrick Tapias de Souza, também de 23 anos. Patrick é suspeito de integrar o tráfico de drogas de bairros da Serra e Jardim Camburi. Bruno Cabral de Oliveira, de 22 anos, também foi detido. 

A operação aconteceu apos a delegacia investigar informações de que Bruno estaria vendendo cocaína em uma praça de Jardim Caburi. A polícia tinha informações de que a droga seria de Patrick e que ele faria as entregas. Ao chegarem no local, os policiais encontraram Bruno em um carro onde havia droga. Em seguida aguardaram a chegada de Patrick na praça. O jovem chegou em uma moto e os policiais deram voz de prisão, e em seguida foram ate a casa dele, onde estava a namorada e outros materiais ilícitos.

Com Bruno a polícia encontrou 200 gramas de cocaína e material para embalo. Já na residência de Patrick foram apreendidos mais 350 gramas de cocaína, balança de precisão, 47 frascos de lolo e quase dois quilos de maconha e R$ 1.7 mil em dinheiro. Nos celulares dos envolvidos os policiais encontraram mensagens referentes a cobrança do material que seria entregue na praça do bairro. 

Bruno, Patrick e Mara foram levados para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) da Serra e na manhã deste sábado (17) para o Departamento Médico Legal (DML) em Vitória, onde realizaram exame de corpo e delito antes de seguirem ao presídio. 

Segundo a polícia, Bruno é morador de Jardim Camburi e já tem passagens na justiça por tráfico de drogas. Já Patrick afirmou aos policiais que é empresario, que possui uma franquia de uma sorveteria na Serra, e que se envolveu com o tráfico após cair a venda do estabelecimento. Ele tem passagem por posse e comercialização de armas e munições.