• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cabo da PM e mais quatro pessoas são presas acusadas de matarem ex-policial em Cariacica

  • COMPARTILHE
Polícia

Cabo da PM e mais quatro pessoas são presas acusadas de matarem ex-policial em Cariacica

O crime aconteceu no dia 22 de outubro do ano passado. Com os detidos, a Polícia Civil encontrou armas, munições e mais de 300 caixas de cerveja, entre outros materiais

Polícia Civil apreendeu armas, munições, máscaras, entre outros materiais Foto: Divulgação/PC

Cinco pessoas, entre elas um cabo da Polícia Militar, foram presas nesta quinta-feira (12) no bairro Santana, em Cariacica, acusadas de matarem o ex-policial militar Pedro Leoncio Brasil. O crime aconteceu no dia 22 de outubro do ano passado.

O policial preso trabalha no 7º Batalhão da PM (Cariacica) e se chama Claudiomário Gomes de Andrade, o "Cabo Gomes". Além do militar, foram detidos Eleandro Vagner Gomes de Araújo, o "Leão"; Sandro de Freitas dos Santos, o "Sandrinho"; Leandro Pereira Siqueira, o "Grande"; e Leonardo de Oliveira Inocêncio, o "Léo".

Na casa do Cabo Gomes, os policiais da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Cariacica encontraram duas máquinas caça-niqueis e uma grande quantidade de cerveja. Ao todo, foram apreendidas cinco armas - sendo três pistolas -, munições, duas máquinas caça níqueis, tocas ninja, máscaras, 263 caixas de litrão, 33 caixas de 600 ml e 20 caixas de litrinho de cerveja.

A operação contou com o apoio da Delegacia de Crimes Contra a Vida de Serra, Viana, DHPP e Corregedoria da Polícia Militar. Foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária.

Detidos foram presos durante uma operação da DCCV de Cariacica, nesta quinta-feira Foto: Divulgação/PC

O crime

Crime aconteceu em Vila Graúna, Cariacica, em outubro do ano passado Foto: TV Vitória

Pedro Leôncio Brasil, de 47 anos, foi assassinado a tiros na principal rua do bairro Vila Graúna, em Cariacica. O ex-policial estava manobrando o carro para estacionar, quando dois homens chegaram de moto e atiraram contra ele. O filho de Pedro, de 20 anos, estava perto de um estabelecimento que vende churrasquinho e presenciou o crime. 

Após ser baleado, o ex-policial perdeu o controle da direção e bateu o carro em uma mureta. Ele chegou  a ser socorrido para o Pronto Atendimento (PA) de Itacibá, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a polícia, Pedro Leôncio era usuário de drogas e já foi preso por roubo. Além disso, o ex-militar estaria em busca do assassino de um sobrinho dele, que morreu executado em 2013.

De acordo com testemunhas, o ex-policial morava há 20 anos no bairro Santana, região vizinha a Vila Graúna. Ela era soldado da Polícia Militar e foi expulso da corporação.