• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Defesa de donos da empresa de carreta que causou 23 mortes entra com pedido de habeas corpus

Polícia

Defesa de donos da empresa de carreta que causou 23 mortes entra com pedido de habeas corpus

Segundo a Secretaria Estadual de Justiça (Sejus), os irmãos estão detidos no Centro de Detenção Provisória de Guarapari

André Vinicius Carneiro

Redação Folha Vitória

A defesa dos irmãos Jacymar e Leocir Pretti, presos novamente nesta quarta-feira (14), ingressou com pedido de habeas corpus na Justiça. Eles são os donos da Jamarle Transportes, empresa responsável pela carreta envolvida no acidente que deixou 23 mortos na BR-101, em Guarapari, em junho de 2017. Segundo a polícia, o veículo tinha uma série de irregularidades.

Segundo a Secretaria Estadual de Justiça (Sejus), os irmãos estão detidos no Centro de Detenção Provisória de Guarapari. Nesta quarta-feira, Jacymar e Leocir se apresentaram espontaneamente à polícia. Os irmãos estavam com mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça na última segunda-feira (12).

De acordo com a apuração do jornal online Folha Vitória, o pedido de habeas corpus em favor dos irmãos já foi distribuído. O relator do processo, de acordo com o TJES, será Sérgio Bizzoto Pessoa de Mendonça, sendo o órgão julgador a Segunda Câmara Criminal. 

Em novembro do ano passado, a Polícia Civil finalizou o inquérito policial. Os irmãos foram autuados por 23 homicídios dolosos qualificados, por motivo torpe, 18 tentativas de homicídio e ameaça e coação a testemunhas. Segundo o delegado Alberto Roque Peres, responsável pela investigação do acidente na época, caso eles sejam condenados, poderão pegar até 54 anos de prisão.

Com o fim do inquérito, a Polícia Civil também pediu a prisão preventiva dos donos da transportadora. Jacymar e Leocir foram presos no dia 24 de agosto, quando a Justiça decretou a prisão temporária de ambos. No entanto, eles foram liberados quando venceu o prazo da prisão temporária.

O acidente

O acidente em Guarapari aconteceu no início da manhã do dia 22 de junho do ano passado. Uma carreta, um ônibus interestadual e duas ambulâncias, dos municípios de Alfredo Chaves e Jerônimo Monteiro, se envolveram no acidente.

Ao todo, 23 pessoas morreram e 20 ficaram feridas, no "maior acidente rodoviário do Espírito Santo", segundo o secretário de segurança pública, André Garcia.