• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bebê encontrado em lavanderia: delegado de VV aguarda resultado de laudo cadavérico

Polícia

Bebê encontrado em lavanderia: delegado de VV aguarda resultado de laudo cadavérico

O delegado Ricardo Almeida, que investiga o caso do bebê encontrado morto em uma lavanderia, ainda aguarda o resultado oficial do laudo cadavérico e da perícia do local para se manifestar sobre o assunto. O caso foi registrado no último sábado (26), em Vila Velha.

Nesta terça-feira (29), os familiares disseram que ainda analisam a possibilidade de adotar medidas judiciais relacionadas ao assunto. “Estamos analisando essa questão judicial com um advogado. Mas vamos deixar essa ‘poeira’ baixar um pouco para ver o que vamos fazer. Ainda estamos muito abalados”, disse o pai do bebê, Uarle Pereira.

Segundo Uarle, a polícia já iniciou as investigações, mas a família ainda não intimada para depor.  Ele diz ainda que a esposa também continua muito abalada com a situação. “Ela está muito abalada. A recuperação será aos poucos”, diz.

O caso

Um bebê recém-nascido foi encontrado morto dentro de uma lavanderia em Vila Velha, na manhã do último sábado (25). A mãe deu à luz à criança na noite da última sexta-feira (25), e um hospital particular do mesmo município.

A lavanderia no qual o bebê foi encontrado presta serviços para diversos hospitais da cidade. Segundo o pai do bebê, o corpo ainda estava com a pulseirinha de identificação do hospital particular.

O pai informou que tinha conhecimento de que o filho morreria logo após o parto, já que foi identificada a ausência de cérebro durante sua formação. Ao procurar o hospital para saber os procedimentos para enterrar o filho ele recebeu a informação de que o corpo já tinha sido encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória. 

“Não tivemos nenhuma resposta ainda do hospital sobre o que aconteceu. Quando descobriram o que tinha acontecido eles tentaram levá-lo de volta para o hospital para tentar encobrir a situação, mas os peritos da polícia não deixaram”, contou o pai na ocasião.

A assessoria de imprensa do Hospital Santa Mônica informou que houve uma falha interna e que a unidade já abriu um procedimento para apurar os responsáveis pelo incidente. A assessoria disse ainda que o hospital se coloca à disposição da polícia para ajudar a esclarecer os fatos.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Vida de Vila Velha.