• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Idosa é baleada no rosto no terraço de casa em Vila Velha

Polícia

Idosa é baleada no rosto no terraço de casa em Vila Velha

Familiares de Maria da Penha Reis, de 73 anos, disseram não ter ouvido barulho de tiroteio e não souberam dizer de onde partiu o tiro. Vítima chegou a pensar que havia tomado pedrada

Idosa foi ferida no rosto e levada para o Hospital São Lucas Foto: Divulgação

Uma idosa foi baleada quando estava no terraço de casa, em Alecrim, Vila Velha. A bala atingiu o rosto de Maria da Penha Reis, de 73 anos, que estava com a família quando tudo aconteceu. Familiares disseram não ter ouvido barulho de tiroteio ou de disparos de arma de fogo e não souberam dizer de onde pode ter partido o tiro.

O incidente aconteceu no final da tarde de terça-feira (21). Maria da Penha foi socorrida por uma ambulância do Samu e encaminhada para o Hospital São Lucas, em Vitória. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o estado de saúde dela é estável.

A idosa estava com a filha e o neto, quando sentiu o impacto da bala perdida. Maria da Penha, que está em tratamento e não consegue falar, chegou a pensar que tinha sido atingida por uma pedra.

"Ela colocou a mão no rosto e falou com a minha irmã que tinha tomado uma pedrada. Minha irmã foi identificar o que era e viu que era um tiro. Ela a abraçou e se abaixou com ela, com medo que viesse mais tiro. Como não veio nada, se levantaram", contou o filho da vítima, o portuário Jailson Reis.

O filho da idosa agora tenta entender como a bala atingiu a mãe. Nem ele nem as irmãs sabem dizer de onde partiu o tiro. "Não teve tiroteio. Foi uma coisa silenciosa. Tomar um tiro no terceiro andar da sua casa, você tem medo de ficar na rua e de ir em algum ponto de risco. Foi muito estranho", contou.