• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Morte de taxista: câmeras de segurança podem ajudar a polícia em Cachoeiro

Polícia

Morte de taxista: câmeras de segurança podem ajudar a polícia em Cachoeiro

Por causa do feriado desta segunda-feira (4), a Polícia Civil teve dificuldades para conseguir as imagens de videomonitoramento próximo ao local do crime

O delegado Edson Lopes Junior contou que as câmeras de segurança próximas ao local vão ajudar a polícia Foto: ​Alissandra Mendes

A Polícia Civil de Cachoeiro de Itapemirim trabalha para identificar os autores da morte do taxista Márcio de Jesus, 39 anos, ocorrido na noite deste domingo (3), em seu local de trabalho, no ponto de táxi da Praça Jerônimo Monteiro, no centro de cidade. O corpo da vítima foi liberado no Serviço Médico Legal (SML) no fim da manhã desta segunda-feira (4).

De acordo com o delegado de plantão na Delegacia Regional de Cachoeiro, Edson Lopes Junior, como é feriado na cidade nesta segunda (4), os investigadores foram para as ruas identificar os locais próximos onde há câmeras de segurança. No entanto, as imagens só poderão ser coletadas na terça-feira, já que o comércio não abriu as portas.

“Ainda não temos novidades no caso. Ouvimos algumas testemunhas, que não narraram nenhuma ameaça sofrida pela vítima ou que tivesse algum problema que trouxesse essa consequência grave. Teremos que aguardar a terça-feira para analisarmos as imagens das câmeras de segurança. Nosso pessoal já esteve nas ruas e já identificou quais podem nos auxiliar”, comenta o delegado.

Segundo ele, as linhas de investigação seguem sendo latrocínio (roubo seguido de morte) ou homicídio. “Não localizamos nenhuma testemunhas que tenha presenciado o crime, mas pelo local tivemos a ideia que ele foi abordado e, mesmo depois de baleado, conseguiu correr até o local onde faleceu. Tudo caracteriza latrocínio, mas ainda é cedo para afirmarmos”, completa Edson Lopes Junior.