• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após saída da Lava Jato, delegado assume Corregedoria da PF no Espírito Santo

Polícia

Após saída da Lava Jato, delegado assume Corregedoria da PF no Espírito Santo

Anselmo trabalhava ao lado do juiz Sérgio Moro na Operação Lava Jato, em Curitiba e era responsável pela investigação originária do escândalo de corrupção na Petrobrás

A posse aconteceu na manhã desta quarta-feira Foto: Divulgação/PF

Na manhã desta quarta-feira (05), o delegado da Polícia Federal Márcio Adriano Anselmo assumiu a função de Corregedor Regional na sede da Polícia Federal do Espírito Santo em Vila Velha.

Durante a cerimônia de posse, o superintendente regional Ildo Gasparetto entregou ao delegado a lista dos maiores devedores do Espírito Santo, para que seja sua primeira missão trabalhando no Estado.

Anselmo trabalhava ao lado do juiz Sérgio Moro na Operação Lava Jato, em Curitiba e era responsável pela investigação originária do escândalo de corrupção na Petrobras, onde permaneceu por mais de três anos.

O delegado havia pedido o desligamento da força-tarefa da Lava Jato, em meados de 2016, motivado “por esgotamento físico e mental causa pelos mais de três anos” que esteve à frente dos inquéritos da operação, segundo registrou em documento enviado há um mês aos superintendentes da PF em Curitiba e Espírito Santo, Rosalvo Ferreira Franco e Ildo Gaspareto, respectivamente.

“Tal pedido se dá por questões de natureza pessoal, sem qualquer interferência da administração”, afirma Anselmo, aos superiores. Ele pretendia pedir licença para estudar fora do país, em meados do ano passado. Depois de apresentar seu pedido de afastamento do caso, recebeu um convite para assumir a Corregedoria da PF, no Espírito Santo.

Com informações do Estadão Conteúdo.