• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Assalto em Cariacica: menor afirma que rouba para comprar roupas de marca

  • COMPARTILHE
Polícia

Assalto em Cariacica: menor afirma que rouba para comprar roupas de marca

Dupla é acusada de roubar carro e assaltar duas mulheres Foto: TV Vitória

Um adolescente de 16 anos foi apreendido e um jovem identificado como Estevão Teixeira, de 21 anos, foi preso suspeitos de cometerem três assaltos nesta terça-feira (20). De acordo com a polícia, eles usaram um pistola falsa para cometerem os crimes.

A arma foi encontrada dentro de um carro usado pelos criminosos. O veículo, segundo a polícia, foi roubado de uma professora de 50 anos, no bairro Campo Grande, em Cariacica. “Foi passado para o Ciodes que um carro havia sido assaltado em Campo Grande. Nisso as nossas viaturas saíram para tentar localizar o carro. Em campo grande eles apontaram a arma para a professora e pediram o carro”, afirma a cabo Ednéia, da Polícia Militar.

A segunda vítima foi outra professora, também de 50 anos. Ela ficou com várias escoriações pelo corpo após cair quando tentava fugir dos assaltantes. A mulher, que não quis se identificar, estava em um ponto de ônibus, no bairro Maracanã, em Cariacica, quando foi abordada.

“Eles vieram em alta velocidade, pararam o carro próximo a mim e anunciaram o assalto. Com isso, eu saí correndo e caí. Não sei se eles iam dar a volta para me pegar ou se eles desceram em alta velocidade”, contou a professora.

A onda de assaltos não parou por aí. Uma estudante de 16 anos, que também não quis se identificar, estava na frente da casa do irmão, falando ao celular, quando os suspeitos chegaram  no carro roubado. A mãe da menina chegou a ouvir todo o assalto pelo celular. Com medo, a jovem só pensou em correr.

As vítimas acionaram a polícia, e com base nas características, o carro foi localizado no bairro Maracanã. Ao verem a viatura os suspeitos tentaram fugir e bateram com o veículo em um poste. Eles abandonaram o carro no local, entraram em um ônibus do Transcol e foram presos no bairro Bandeirante, após descerem do coletivo.

Os suspeitos foram levados para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) do município e o menor confessou a participação no crime. “Nós íamos vender o carro para pegar o dinheiro e comprar roupa de marca, porque as meninas gostam”, afirmou o adolescente.