• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Identificados dois suspeitos de matar motorista do prefeito de Viana

Polícia

Identificados dois suspeitos de matar motorista do prefeito de Viana

Testemunhas ainda são ouvidas Foto: TV Vitória

A morte do motorista Antônio Félix Araújo Filho, de 48 anos, que trabalhava para o prefeito de Viana, ainda é investigada. De acordo com a Polícia Civil, o delegado Paulo Expedito Amaral, da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Viana, informou que já existem dois suspeitos de terem cometido o crime.

Ainda segundo a polícia, testemunhas ainda estão sendo ouvidas. O delegado também descartou a possibilidade de que o crime seja de conotação política ou relacionamento ao tráfico de drogas.

O velório do motorista aconteceu na manhã desta quarta-feira (14), no Cemitério de Vila Betânia, também no município de Viana, e foi marcado pela presença de familiares e amigos. A família está bastante abalada com o fato. Mesmo inconformados com a morte de Antônio, os amigos aguardam respostas e esperam que a justiça seja feita.

Por meio da sua assessoria de imprensa, o prefeito informou que a prefeitura está prestando solidariedade à família e vai ajudar no que for necessário. Gilson Daniel disse ainda que confia no trabalho da polícia. 

O crime

Segundo a polícia, na noite da última segunda-feira (12), dois homens armados com uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 38 invadiram a residência onde Antonio Felix Araujo Filho, estava com a esposa e os dois filhos.

Eles foram na direção de Antonio e atiraram várias vezes. Pelo menos quatro tiros atingiram a vítima. A esposa e os filhos do motorista não se feriram. A mulher de Antonio contou à polícia que ele implorou aos bandidos para que não fosse assassinado.

Bala perdida

No início deste mês, o sobrinho de Antônio morreu vítima de bala perdida, no bairro Nova Betânia, em Viana. Elias Martins Simplício, de 10 anos, estava com o pai em frente a uma lanchonete e, enquanto os dois esperavam o pedido, o pai do garoto ouviu barulho dos tiros. O menino foi atingido e levado com vida para o Pronto Atendimento de Arlindo Vilask, também no município, mas não resistiu. Segundo a polícia, o alvo dos tiros era Diego Rafael Araujo, de 25 anos, que também morreu.