• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bandido rouba equipamentos de escola em Cariacica e aulas são suspensas

Polícia

Bandido rouba equipamentos de escola em Cariacica e aulas são suspensas

Prejuízo só não foi maior porque o vigilante da unidade de ensino chegou, no final da madrugada, e assustou o bandido, que conseguiu fugir. Pelo menos um notebook foi levado

Aulas do turno da manhã foram suspensas nesta quinta Foto: TV Vitória

Uma escola foi arrombada, durante a madrugada desta quinta-feira (11), em Vila Capixaba, Cariacica. O criminoso levou vários objetos de valor e o prejuízo só não foi maior porque o vigilante chegou e assustou o bandido, que conseguiu fugir. Por causa do arrombamento, os alunos do turno da manhã da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Ary Parreiras ficaram sem aula nesta quinta.

Ainda não se sabe ao certo quantos criminosos participaram do crime. No final da manhã desta quinta-feira, funcionários da unidade de ensino ainda avaliavam o tamanho do prejuízo e o que de fato havia sido levado.

De acordo com a polícia, um indivíduo teve acesso à secretaria da escola, pegou um molho de chaves e teve acesso a outras salas. Em seguida, ele pegou vários objetos de valor, como tablets, notebook e câmeras fotográficas e colocou no pátio da escola. Pelo menos um notebook foi levado pelo bandido. 

O invasor, no entanto, foi surpreendido por um vigilante, que chegou ao local por volta das 5h30 e o viu no pátio da escola. O vigilante foi atrás do criminoso, que conseguiu pular o muro e fugir.

Funcionários da unidade de ensino contaram que o local possui câmeras, mas os invasores cortaram os fios e não foram registradas imagens. Eles ainda relataram que a escola não possui vigilante durante a noite. 

Uma estudante de 15 anos, que preferiu não se identificar, conta que acordou cedo nesta quinta-feira para ir à aula, mas foi surpreendida ao saber que não haveria aula. "Os portões estavam fechados, a coordenadora estava avaliando a escola e, depois de um tempo, ela avisou aos alunos que não teria aula", contou.

A situação também revoltou um aluno de 16 anos, que também não quis ser identificado. "Olha como está o crime, já está chegando nas escolas. Hoje eu teria que fazer prova e não vou poder mais. Não sei como vai ficar isso, porque o trimestre já vai fechar na semana que vem. É muito frustrante", lamentou.

Por meio de nota, a Secretária Estadual de Educação (Sedu) informou que as aulas foram suspensas no período da manhã para verificar os prejuízos do assalto, mas pela tarde foram realizadas normalmente. Segundo a Sedu, a escola conta com vigilância patrimonial das 18 às 22 horas e nove câmeras de videomonitoramento. Já a polícia informou que, até agora, nenhum suspeito foi localizado.