• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Agressor de faxineira torturada com caco de vidro no Dia das Mães na frente do filho é preso

Polícia

Agressor de faxineira torturada com caco de vidro no Dia das Mães na frente do filho é preso

Crime foi cometido na frente do filho da vítima, de 3 anos, no bairro Nova Rosa da Penha, em Cariacica

Foto: Reprodução TV Vitória

Acusado de torturar a companheira na frente do filho de 3 anos, o ajudante de obra David Gaia foi preso na manhã desta terça-feira (14). Ele é o principal suspeito do crime que aconteceu no bairro Nova Rosa da Penha, em Cariacica. As agressões começaram durante a noite de sábado (11) e terminaram na madrugada do Dia das Mães, no domingo (12).

David foi preso na casa da mãe dele, no bairro Nova Rosa da Penha. A prisão aconteceu em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça na tarde de segunda-feira (13). Ele estava sendo procurado desde então, foi autuado na forma da Lei Maria da Penha na Delegacia da Mulher de Campo Grande e será encaminhado para um presídio.

Entenda o caso

O casal estava junto há um ano e meio. Segundo a mulher, as agressões começaram quando o casal estava em um bar. O homem, que estaria embriagado, teria iniciado uma discussão e rasgou a roupa da mulher, que foi nua para casa. Já na residência do casal, a vítima relatou que estava dormindo com o filho, quando o agressor chegou e começou a cortar o cabelo dela com um caco de vidro.

A faxineira relatou ainda que o agressor deu vários socos nela e ameaçava cortar as partes íntimas dela com o caco de vidro. Em determinado momento, a vítima fingiu ter desmaiado e o homem parou com as agressões e saiu de casa. Assustado, o filho da mulher chegou a acreditar que a mãe estava morta.

Após a agressão, a vítima procurou o Plantão Especializado da Mulher (PEM) e conseguiu uma medida protetiva, que determina que o suspeito não chegue perto dela. Mas logo que chegou em casa, ela foi novamente agredida e ameaçada. Em depoimento, a vítima relatou uma série de agressões por parte do companheiro.