• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Busca por adolescentes aumenta violência na Cisjordânia

Polícia

Busca por adolescentes aumenta violência na Cisjordânia

- Soldados israelenses entraram em confronto com palestinos durante um incursão realizada nesta quinta-feira, no mais violento confronto até agora durante as buscas por três adolescentes israelenses que desapareceram na Cisjordânia.

Israel acusa o grupo islâmico Hamas pelos aparentes sequestros, sem apresentar provas. Israel iniciou uma repressão generalizada sobre o grupo militante islâmico, prendendo dezenas de membros durante as buscas pelos jovens desaparecidos. O Hamas elogiou o sequestro dos adolescentes, mas não assumiu a responsabilidade pela ação.

Os três adolescentes - Eyal Yifrah, 19, Gilad Shaar, 16, e Naftali Fraenkel, também com 16 anos e que tem dupla cidadania, israelense e americana - desapareceram na quinta-feira passada, enquanto voltavam para casa de um seminário judaico na Cisjordânia.

Os militares disseram que cerca de 300 palestinos foram às ruas quando os soldados entraram na cidade de Jenin, na Cisjordânia, por volta de duas horas da manhã. Alguns abriram fogo contra as tropas, outros jogaram explosivos e pedras contra os soldados. Os soldados responderam ao ataque com fogo. Conforme os militares, 30 palestinos foram detidos na operação.

Desde que as operações para localizar os adolescentes começaram, na semana passada, cerca de 280 palestinos foram presos, incluindo 200 membros do Hamas. Os militares também disseram que já revistaram cerca de 100 localidades e atacaram estabelecimentos que seriam usados pelo Hamas.

Fonte: Associated Press