• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Justiça realiza primeira audiência do caso de portuário morto em briga de trânsito

Polícia

Justiça realiza primeira audiência do caso de portuário morto em briga de trânsito

De acordo com a polícia, o desentendimento entre ele e Eurico Ferreira Júnior começou quando o empresário saía do bairro Barcelona, na Serra

Empresário diz que não se arrepende do crime Foto: Divulgação

Foi realizada na tarde desta terça-feira (24), no Fórum da Serra, a primeira audiência do caso de uma briga de trânsito, que aconteceu no início deste ano. Eurico Ferreira Júnior é acusado de matar Marcelo Costalonga.

Os dois tiveram um desentendimento no trânsito e após mais de sete quilômetros de perseguição, acabaram entrando em luta corporal. Eurico usou uma chave de roda que estava em uma calçada para desferir vários golpes contra Marcelo. Gravemente ferido, Marcelo foi socorrida e morreu dias depois em um hospital da região

Nesta primeira audiência, sete testemunhas foram intimadas pela acusação, entre elas, os dois policiais militares que atenderam a ocorrência. Além dos intimados, também compareceram ao fórum, familiares da vítima e do acusado. 

O réu no caso também esteve presente, mas não foi ouvido. A defesa do acusado entrou com dois pedidos para que Marcelo respondesse ao processo em liberdade, mas os recursos foram negados pelo juiz do caso. No ato da prisão, Eurico afirmou que não se arrependia do crime. 
A família do acusado continua usando o mesmo carro do dia da discussão. No veículo, ainda é possível ver marcas das colisões. 

Relembre o caso
Marcelo foi espancado pelo empresário Eurico Ferreira Junior, de 39 anos, com golpes de chave de rodas na cabeça, após uma briga de trânsito no último dia 31, na rodovia Norte Sul, em Barcelona, na Serra. O portuário teve traumatismo craniano e passou nove dias em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Metropolitano. no dia 10 de fevereiro, Marcelo não resistiu aos ferimentos e teve morte cerebral constatada. 

Homicídios no trânsito
No começo do ano, um motorista foi atingido com um tiro na cabeça, na BR-262, na altura do bairro Campo Grande, em Cariacica. Segundo testemunhas, o motorista esbarrou em uma moto, e depois do impacto o motociclista perseguiu o carro e discutiu com a vítima.

Em maio deste ano, Laerte Junior Sou Nogueira, 22, foi preso suspeito de ter assassinado o mecânico Vagner Ferreira do Sacramento. O crime teria acontecido após uma discussão por vaga de carro em Barcelona, na Serra. Familiares da vítima, Vagner teria pedido para o rapaz afastar o carro, que não gostou e atirou.

No mesmo mês, uma mulher foi arrastada por um veículo,após uma discussão. De acordo com a polícia, a mulher teria ido conversar com o motorista depois de uma fechada.