• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Idoso é acusado de matar suposto ladrão de celular em festa na Serra

Polícia

Idoso é acusado de matar suposto ladrão de celular em festa na Serra

O suspeito teria desconfiado da vítima e, segundo testemunhas, disse que alguém entrou na casa dele. Ele estava com uma arma de fabricação caseira

A vítima foi ao local comemorar o aniversário de um amigo Foto: TV Vitória

O caseiro de um sítio, em Manguinhos, na Serra, é acusado de matar um homem por causa do roubo de um celular. O crime aconteceu no último domingo (19) durante a comemoração de um aniversário. 

O suspeito do homicídio, um idoso de 74 anos, teria desconfiado que Roberto Pacheco, de 32 anos, roubou seu celular. Esse seria o motivo do crime. A vítima foi baleada no peito. 

“Nós fomos buscar uma cerveja e quando chegamos, vimos na porteira o cadeado quebrado. Achei estranho, pois a chave estava comigo. A gente nem bem desceu do carro e ele [o suspeito] veio com a garrucha e ameaçando todos. Ele falou que roubaram o celular dele. Eu disse que ele [a vítima] era meu amigo e que ninguém havia entrado na casa dele”, contou uma das testemunhas.

O aniversariante, que testemunhou tudo, revelou que o suspeito havia bebido. “Ele bebeu. Se não tivesse bebido ele não faria isso. Mas uma pessoa que bebe também não sai na rua matando todo mundo. Ele tinha consciência do que estava fazendo. Eu fiquei com medo dele entrar dentro da casa e matar meu filho”, relatou emocionado.

Após o crime, a mulher do homem que deteve o caseiro correu para pedir socorro. Ela encontrou policiais e relatou o que havia acontecido na festa. “Em momento nenhum ele mostrou arrependimento. Ele falou que fez, porque é homem”, disse o soldado Castro, da Polícia Militar.

Além da arma do crime, de fabricação caseira e calibre 28, outro revólver foi encontrado em posse do caseiro, que não tem porte de arma.