• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Idoso é atingido por bala perdida na porta de bar durante tiroteio em Vila Velha

Polícia

Idoso é atingido por bala perdida na porta de bar durante tiroteio em Vila Velha

Segundo a polícia, alvo dos criminosos seria um outro homem, que estava na parte de dentro do estabelecimento e conseguiu fugir. Vítima foi socorrida e levada para o hospital

Tiroteio aconteceu no bairro Boa Vista, em Vila Velha Foto: TV Vitória

Um idoso de 62 anos foi baleado durante um tiroteio, na manhã desta terça-feira (21), no bairro Boa Vista, em Vila Velha. A vítima, identificada como José Mário Pinto, estava na porta de um bar, na Rua Osvaldo de Andrade, quando foi atingida por um tiro no braço esquerdo, por volta das 11 horas.

De acordo com a Polícia Militar, o alvo dos criminosos seria um outro homem, que estava na parte de dentro do estabelecimento e conseguiu fugir. O idoso foi socorrido por populares e levado para o Hospital Antônio Bezerra de Farias, em Vila Velha.

Durante a tarde desta terça-feira, o bar onde aconteceu o crime esteve fechado. Moradores contaram à equipe da TV Vitória/Record que tiroteios acontecem quase todos os dias na região.

Homicídio

Também em Vila Velha, um rapaz foi morto a tiros quando passava de moto pela Rua José Machado de Paula, no bairro Santos Dumont, no início da tarde desta terça-feira. Um adolescente, que estava na garupa, conseguiu fugir. Segundo o pai da vítima, o filho, Patrick Vitório Calmon, de 27 anos, tinha envolvimento com o tráfico de drogas há pelo menos dez anos.

De acordo com a polícia, o rapaz foi surpreendido por dois homens, também de moto, que passaram por ele já atirando. Patrick morreu na hora. Segundo a perícia, no corpo da vítima havia oito perfurações.

O crime será investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Vila Velha. Quem tiver qualquer informação que possa ajudar o trabalho da polícia deve entrar em contato com o disque-denúncia, pelo telefone 181. Não é preciso se identificar.