• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após recuperar carro roubado, padre reclama de insegurança em Guarapari

  • COMPARTILHE
Polícia

Após recuperar carro roubado, padre reclama de insegurança em Guarapari

Pároco da comunidade de Setiba foi rendido por bandidos, na noite de terça-feira, quando saía da igreja. Na manhã desta quarta, o veículo foi encontrado, já com placas clonadas

Padre Pierre prestou depoimento na Delegacia Regional da Serra nesta quarta-feira Foto: TV Vitória

Após ter o carro recuperado pela polícia menos de 24 horas após ser assaltado, o padre Pierre Mukandi, da comunidade de Setiba, em Guarapari, esteve na Delegacia Regional da Serra, na tarde desta quarta-feira (21), onde prestou depoimento. Em seguida, o veículo foi devolvido à vítima.

O sacerdote se disse aliviado por ter conseguido o veículo de volta, mas reclamou da falta de segurança. "É uma alegria para nós recuperarmos [o carro]. Agradecemos muito àqueles que colaboraram pelos meios de comunicação. Infelizmente nós estamos muitas vezes desamparados. É deplorável, mas qual é a solução? Deveria ter a solução, que é a segurança", afirmou.

O pároco conta que foi surpreendido por criminosos na noite desta terça-feira, quando saía da igreja. "Nem disseram que era um assalto. Um apontou a arma e o outro me empurrou para eu sair da poltrona do motorista e ir para o banco do carona. E outros dois entraram atrás", contou a vítima.

O carro do padre foi encontrado, já com placas clonadas, na manhã desta quarta-feira, em Jardim Tropical, na Serra. O veículo estava com Willian Santos Viana que, segundo a polícia, o utilizou para cometer assaltos em Barcelona e Colina de Laranjeiras. 

Com o suspeito, os policiais encontraram dinheiro, uma pistola e celulares, que, de acordo com os militares, seriam provenientes de assaltos. Durante a manhã, vítimas de assaltos estiveram na delegacia e foram ouvidas pelo delegado de plantão. 

A polícia agora vai investigar a possível participação de Willian no roubo do veículo do padre. Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado como roubo com restrição da vítima e está sob investigação da Delegacia Patrimonial de Guarapari.