• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Trio que fez família de gerente de banco refém veio de MG e estudou rotina do casal antes do crime

Polícia

Trio que fez família de gerente de banco refém veio de MG e estudou rotina do casal antes do crime

Para o delegado, eles afirmaram que uma pessoa próxima da família teria repassado informações da rotina do casal.

Foto: Reprodução TV Vitória

Os três criminosos que fizeram uma família refém no bairro Vila Palestina, em Cariacica, na noite de terça-feira (11), vieram de Minas Gerais para o Espírito Santo com a intenção de cometer o crime.

Segundo a polícia, os homens sabiam que uma das vítimas trabalhava como gerente numa cooperativa de créditos em Vitória. Para o delegado, eles afirmaram que uma pessoa próxima da família teria repassado informações da rotina do casal.

Os criminosos ficaram hospedados num hotel, bem próximo a casa das vítimas, e vigiaram a família por pelo menos dois dias. Para disfarçar, eles disseram para os funcionários do hotel que estavam trabalhando numa obra de um supermercado da região.

Na mochila de um dos suspeitos, foram encontrados calmantes e braçadeiras, que seriam usadas como algemas, luvas e fotos dos filhos do casal. A suspeita é de que o grupo queria sequestrar a família.

O caso

A família foi feita refém na noite de terça-feira (11) no bairro Vila Palestina, em Cariacica. De acordo com testemunhas, uma das vítimas chegava em casa com o filho de dois anos, quando acabou rendida por dois criminosos armados. Na bolsa dos criminosos foi encontrado fotos dos filhos do casal, luvas, vendas e braçadeiras que seriam usadas como algemas.

Em depoimento, umas das vítimas contou que dois homens anunciaram o assalto quando ela chegava na porta de casa, por volta das 22h. Em seguida, um terceiro suspeito chegou apontando uma faca e ordenou que toda a família ficasse em silêncio e de joelhos no chão.

Ainda de acordo com a mulher, a mãe dela percebeu a movimentação e desconfiou que algo errado estaria acontecendo. Ao perguntar aos criminosos o que eles faziam ali, os suspeitos contaram que eram amigos do casal. No entanto, percebendo que a mulher não havia acreditado, eles anunciaram o assalto e também renderam a idosa.

Por sorte, o cunhado que mora no terceiro andar da residência também percebeu a movimentação e ligou para um policial amigo da família. O militar, que estava de folga, acionou uma viatura, que esteve no local e conseguiu abordar os três criminosos. Dois deles tentaram fugir, mas acabaram detidos após uma perseguição policial pelas ruas do bairro.

Nesta manhã, após prestarem depoimento, os três suspeitos foram levados ao Centro de Triagem de Viana, onde ficarão a disposição da Justiça.


* Com informações da repórter Suellen Araújo, da TV Vitória / Record TV.