• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cachaça envenenada teria motivado morte de comerciante em Sooretama

Polícia

Cachaça envenenada teria motivado morte de comerciante em Sooretama

"Os peritos conseguiram coletar vestígios na garrafa de cachaça e descobriram que a bebida estava misturada com metanol" afirmou o delegado responsável pelo caso

As investigações contaram com o apoio da perícia da Polícia Civil Foto: Divulgação/PC

Um triplo homicídio em Sooretama, Norte do Estado, foi desvendado pela polícia. O crime, que aconteceu no dia 22 de outubro de 2010.

As vítimas, identificadas como: Lusivaldo Ramos de Oliveira, de 34 anos, Leônidas Pereira, 32 e Pedro Targino de Oliveira, 41, foram encontrados mortos dentro de uma residência e, até então, o motivo do crime era desconhecido. 

De acordo com investigadores, a causa da morte foi um possível atrito das vítimas com Antônio Marcos da Silva Santana, 36 anos, conhecido como "Cheleleu". Ele teria dado cachaça envenenada aos três homens. 

“Após ouvirmos parentes e amigos, descobrimos que as três vítimas teriam entrado em atrito com o suspeito. Para simular que iria fazer as pazes com as vítimas, ele preparou uma ‘cachaça turbinada’ e entregou de presente para Lusivaldo que se reuniu com os amigos para beber”, contou o delegado.

Fabricio Lucindo informou que as investigações contaram com o apoio da perícia da Polícia Civil. “Os peritos conseguiram coletar vestígios na garrafa de cachaça e descobriram que a bebida estava misturada com metanol, isopropanol e acetato de etila, materiais tóxicos que ocasionaram a morte das vítimas”, explicou o delegado.

Dois anos após o crime, Antônio Marcos foi assassinado. Três suspeitos foram localizados, entre eles, dois adolescentes.