• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Atacante Walter é preso por sacar arma de brinquedo para evitar corte de luz

  • COMPARTILHE
Polícia

Atacante Walter é preso por sacar arma de brinquedo para evitar corte de luz

Assustado, o funcionário da empresa de energia acionou a polícia. Walter foi conduzido à Central de Flagrantes

De acordo com informações da polícia, a equipe teria ido ao local, um apartamento na Ponta Verde, para realizar corte no fornecimento de energia | Foto: Reprodução R7

O atacante Walter, do CSA, de Alagoas, foi detido nesta sexta-feira (31), após “sacar” uma arma de brinquedo contra uma equipe da Eletrobras durante uma vistoria em sua residência.

De acordo com informações da polícia, a equipe teria ido ao local, um apartamento na Ponta Verde, para realizar corte no fornecimento de energia. Ao saber do fato, o jogador teria mostrado a arma de brinquedo. Assustado, o funcionário da empresa de energia acionou a polícia. Walter foi conduzido à Central de Flagrantes.

O presidente do Conselho Deliberativo do CSA, Raimundo Tavares compareceu à central para acompanhar o jogador. “Tomei conhecimento pelo próprio jogador, que me ligou dizendo o que tinha acontecido, e vim tomar conhecimento de uma forma mais clara”, informou.

Walter, atualmente no CSA, já jogou no Goiás, Fluminense e Cruzeiro

Tavares classificou o fato como “inadmissível”, mas afirmou que o clube só deve tomar providências posteriormente. “É uma coisa inadmissível, não podemos concordar com isso. Enquanto presidente [do Conselho] da instituição, tenho que, neste momento, tomar conhecimento de forma oficial. Providências serão tomadas um pouco mais a frente”, disse.

Sobre uma eventual punição, o presidente do Deliberativo evitou confirmações, mas disse que é possível em “tudo que depor contra a instituição, e isso depõe contra a instituição. Mas tudo no seu devido momento. Posteriormente, o clube vai se manifestar através de uma nota, e também sobre uma possível punição”, explicou Tavares.

O mandatário explicou ainda que as responsabilidades financeiras pelo apartamento, incluindo contas de energia, são do próprio jogador. “É pago pelo Walter, como é pago por qualquer outro atleta [do CSA]”.

Com informações do Portal R7.