• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após tiroteio, clima é de medo na retomada das aulas em escola municipal da Serra

  • COMPARTILHE
Polícia

Após tiroteio, clima é de medo na retomada das aulas em escola municipal da Serra

Mesmo com o reforço policial na região, muitos moradores ainda estavam apreensivos e não comentaram sobre o crime, que pode ter sido motivado por tráfico de drogas

Uma viatura da PM reforçou a segurança no local Foto: TV Vitória

O clima de insegurança marcou a retomada das aulas na escola municipal Leonor Miguel Feu Rosa, em Nova Almeida, na Serra, na manhã desta quarta-feira (17). Na última terça-feira (16), o local foi cenário de um tiroteio, que deixou um homem morto e três crianças feridas.

Logo na manhã desta quarta-feira (17), uma viatura da Polícia Militar garantia a segurança dos alunos da unidade de ensino no bairro São João. As aulas, que foram canceladas após o assassinato de Wesley Chagas Ribeiro, de 28 anos, foram retomadas.

 O Centro Municipal de Educação Infantil Alaíde Alvarenga Lírio Rocha também funcionou normalmente nesta quarta-feira (17). Mesmo com o reforço policial na região, muitos moradores ainda estavam apreensivos e não comentaram sobre o crime, que pode ter sido motivado por tráfico de drogas.

Tiroteio em frente a escola

O tiroteio em frente a escola Leonor Miguel Feu Rosa deixou uma pessoa morta e três crianças feridas na manhã da última terça-feira (16). De acordo com informações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa da Serra, o tiroteio aconteceu por volta das 7 horas. Um homem, identificado como Wesley Chagas Ribeiro, de 28 anos, foi baleado e morreu no local. 

Testemunhas contaram que Wesley chegou de moto para deixar a filha na escola, quando foi surpreendido pelo bandido. Assim que a criança passou pelos portões da unidade de ensino, o criminoso começou a atirar. A vítima abandonou a moto e correu, mas não conseguiu escapar dos tiros. Wesley foi assassinado com 15 tiros, em uma rua atrás da escola.  

Segundo a direção da escola municipal Leonor Miguel Feu Rosa, no momento do tiroteio, pais e crianças estavam na entrada da unidade e houve pânico e muita correria. Três crianças acabaram baleadas de raspão e foram socorridas. Uma delas, de dez anos, foi atingida na mão e foi levada para o Hospital Infantil de Vitória.

Segundo a polícia, Wesley tinha uma passagem pela Justiça e o crime foi motivado por envolvimento com o tráfico de drogas.
O caso está sendo investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Vida da Serra. Nenhum suspeito foi detido.