• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após uma semana, Santa Catarina volta a registrar atentados

  • COMPARTILHE
Polícia

Após uma semana, Santa Catarina volta a registrar atentados

A polícia acredita que as duas ocorrências estejam relacionadas a uma operação na última semana que apreendeu mais de 300 quilos de maconha no Saco Grande

Em Penha, no Litoral Norte do Estado, um outro carro foi incendiado Foto: Divulgação

Florianópolis - Após sete dias sem ocorrências, Santa Catarina sofreu três atentados no final da noite de terça-feira, 22. Um ônibus e um carro particular foram queimados em Florianópolis, e outro automóvel foi incendiado em Penha. Na manhã desta quarta-feira a Polícia Militar relacionou as ocorrências à onda de ataques criminosos que começou no final de setembro e que já soma 113 crimes.

Às 20h20, no bairro Saco Grande, em Florianópolis, dois criminosos armados invadiram um ônibus no ponto final da linha. Eles obrigarem as pessoas a descer e atearam fogo no coletivo. Os bombeiros não conseguiram chegar a tempo de apagar as chamas, mas ninguém se feriu. A PM fez buscas mas ninguém foi detido.

Na mesma região, no bairro João Paulo, um carro foi roubado por dois homens que estavam em uma moto quando a vítima entrava na garagem de casa. Minutos depois, o veículo foi encontrado incendiado.

A polícia acredita que as duas ocorrências estejam relacionadas a uma operação na última semana que apreendeu mais de 300 quilos de maconha no Saco Grande. Na ocasião, bandidos chegaram a trocar tiros com os policiais, e um dos criminosos morreu em confronto.

Em Penha, no Litoral Norte do Estado, um outro carro foi incendiado. O veículo estava estacionado no pátio de uma oficina e foi encontrado pelo dono do local com uma garrafa de gasolina dentro. Segundo testemunhas, dois homens passaram de moto e arremessaram o coquetel molotov. Ninguém foi preso.