• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Arrastão no busão: jovem “faz a limpa” em ônibus e leva tiro de PM em Vitória

  • COMPARTILHE
Polícia

Arrastão no busão: jovem “faz a limpa” em ônibus e leva tiro de PM em Vitória

O suspeito desceu em um ponto, na Avenida Nossa Senhora da Penha, e teria saído correndo. Três das vítimas resolveram também descer também e ir atrás

Durante tentativa de fuga, o suspeito foi atingido por na perna por uma policial militar Foto: Reprodução/TV Vitória

Um jovem foi detido na manhã desta quarta-feira (5), em Vitória, suspeito de cometer um arrastão dentro de um ônibus. Na fuga, o suspeito acabou sendo atingido por um tiro na perna disparado por uma policial militar.

O estudante de medicina diz que seguiu as orientações das autoridades de segurança. “Como eu já fui instruído a não reagir a assalto, eu entreguei logo meu celular. Realmente foi tudo muito silencioso porque ele falou para que a gente fizesse silêncio, senão ele ia atirar. Minha vida vale muito mais que um celular”, conta a vítima.

O jovem é um dos passageiros do ônibus da linha municipal 124, em que Daniel Almeida Soares, de 19 anos, teria usado uma garrucha para promover um arrastão. “Eu vi que ele pulou a roleta e eu estava na última cadeira e quando chegou na altura da Ufes. Aí que ele começou a render a galera”, contou outra vítima.

Outra vítima disse que nem a lotação do ônibus inibiu a ação do criminoso. “Ele mostrou a arma e pediu que eu passasse meu celular e meu cordão. O ônibus estava cheio”, relatou.

A linha 124, que liga os bairros de Estrelinha e Jardim da Penha foi o alvo do criminoso Foto: TV Vitória

O suspeito desceu em um ponto, na Avenida Nossa Senhora da Penha, a Reta da Penha, em Vitória, e teria saído correndo. Três das vítimas resolveram também descer também do coletivo e ir atrás dele.

Uma moradora do bairro Santa Luíza conta que estava na varanda de casa. Ela diz que ouviu os gritos dos rapazes, até o momento que o suspeito tentou fuga em um carro de um vizinho. “Eu estava na varanda sentada mexendo no WhatsApp e eu ouvi as pessoas gritando ‘pega ladrão’ e eu fiquei com medo de descer. Ele apontou a arma para o vizinho e queria que ele desse fuga para ele”, contou a vizinha.

O que Daniel não contava era que, logo depois, fosse dar de cara com uma policial que mora na região. A PM deu voz de prisão e, diante da recusa do jovem, decidiu atirar.

O suspeito foi atingido na perna e socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o hospital. “A atuação da policial foi bem eficaz e humana. Ela poderia dar um tiro no peito do rapaz, mas deu um tiro na perna”, contou outra vítima.

Santa Luíza é vizinho de Andorinhas, um dos bairros mais marcados pela guerra do tráfico de drogas na região. Moradores apelam a câmeras, grades e cercas elétricas. Estratégias para tentar fugir do medo da insegurança.