• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após roubo na Serra, bandido manda mensagem em grupo de família dizendo: 'agora o celular é meu'

  • COMPARTILHE
Polícia

Após roubo na Serra, bandido manda mensagem em grupo de família dizendo: 'agora o celular é meu'

Os criminosos aproveitaram o tempo que a vítima levou para ir até a delegacia e a operadora de telefonia para trocar as fotos das redes sociais dela

A vítima seguia para o ponto de ônibus quando foi assaltada Foto: TV Vitória

Uma mulher foi assaltada e teve o celular roubado na manhã desta terça-feira (29), em Colina de Laranjeiras, na Serra, Região Metropolitana da Grande Vitória. A gerente operacional, de 47 anos, que por medo preferiu não ser identificada, contou que seguia para o ponto de ônibus quando foi surpreendida pelos criminosos.

“Eu vi de longe dois rapazes de bicicleta, e os dois de blusa de frio. Eu passava pela calçada e eles estavam muito rápidos. Um deles me mandou parar e disse que era um assalto. Um deles pediu o celular e levantou a blusa e pegou a arma. Eu não pensei duas vezes e entreguei”, contou a vítima.

O suspeito conversou com o filho da vítima Foto: Reprodução

Os bandidos fizeram outras vítimas antes de assaltar a gerente operacional. “Uns cem metros depois, eu encontrei uma moça que disse que tinha sido assaltada por eles. Depois disso eu passei mal. Não sabia se seguia para o trabalho, para a delegacia ou voltava para casa”, relatou.

De acordo com a vítima, os criminosos aproveitaram o tempo que a vítima levou para ir até à delegacia e à operadora de telefonia para trocar as fotos das redes sociais e ainda, através de um aplicativo do celular, trocar mensagens com o filho e todo o resto da família dela. Uma atitude que revoltou ainda mais a mulher. 

“Na parte da tarde ele ficou se comunicado com meu filho, no grupo da família, dizendo que tinha roubado o celular porque estava devendo na favela e tinha que pagar”, disse a mulher.

A Polícia Civil foi procurada para comentar o fato. Por nota, se limitou a dizer que não confirma o ocorrido.